23 maio 2018

Nos braços do roqueiro - Terri Anne Browning | Resenha


Sair em turnê com quatro roqueiros parece um sonho...Pelo menos é o que as pessoas me dizem. Para mim, esses quatro roqueiros são a minha família. Cuidam de mim desde meus cinco anos de idade, protegendo-me da minha mãe e de seus episódios de fúria quando estava bêbada e drogada. Mesmo depois de famosos, continuaram cuidando de mim. E quando meu monstro de mãe morreu, eles se tornaram meus guardiões.
Há seis anos eu cuido dos quatro homens que são tudo para mim. Tomo conta deles da mesma maneira que sempre cuidaram de mim. Resolvo tudo, até as sujeiras dos bastidores da vida de um roqueiro. Nem sempre é bonito. Às vezes, chega a ser quase repugnante, principalmente quando tenho que me livrar das transas aleatórias. Ugh! Realmente não me incomoda tomar conta deles. Quero dizer, não é como se estive apaixonada por um deles. Isso seria loucura. Se apaixonar por um roqueiro NÃO é inteligente.
Tudo bem, então não sou inteligente. Eu amo os meus garotos, e um deles, meio que tem meu coração em sua, grande e calejada, mão roqueira. Mas estou lidando bem com a situação. Por anos, fui capaz de manter o meu pequeno segredo.
Mas, não agora. No entanto, preciso enfrentar o que quer que esteja acontecendo comigo. Isso me assusta pra caramba. Eu odeio médicos, mas de repente, estou mais preocupada em descobrir o que tem de errado comigo, do que o que algum médico poderia me fazer. Depois de receber o resultado dos meus exames, minha vida nunca mais será a mesma novamente...
Romance | 148 páginas | Editora Bezz  

Emmie Jameson teve uma infância muito ruim. Com pouco mais de cinco anos, ela já tinha que lidar com a mãe drogada e seus surtos de agressão. A garotinha não tinha ninguém que a defendesse, exceto seus melhores amigos Nik, Jesse, Drake e Shane, que compõe a famosa banda de rock Demon Wings.

Hoje aos 21 anos, Emmie praticamente se tornou a babá deles. Ela mora com os quatro, além de ajudá-los a lidar com os fãs, gravações, os shows e confirmar que todos tem dormido ou comido o suficiente. Mas mesmo conhecendo-os desde sempre, Emmie não consegue esquecer a paixão platônica que ela sente por Nik, o vocalista da banda.

21 maio 2018

Mais que amigos - Lauren Layne | Resenha


Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível?Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento.
Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver.
Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo?
Mais que amigos é uma comédia romântica irresistível!
Romance, chick-lit | 224 páginas | Editora Paralela

Mais que amigos me foi enviado pela Editora Paralela e estava na minha Maratona Literária de Outono. Peguei o livro somente para folhear antes de dormir e acabei finalizando sua leitura poucas horas depois. Com uma trama clichê porém irresistível, vamos conhecer Parker Blanton e Ben Olsen, melhores amigos desde o primeiro ano da faculdade, que além de dividirem tudo sobre o outro, ainda dividem o apartamento onde moram.

Ninguém acredita que por detrás dessa amizade não role alguma atração, mas ambos não se importam com o que os outros pensam e levam bastante sério a amizade que tem, até porque não conseguem se ver “nesse sentido”. Ben é mulherengo e constantemente usa Parker para livrar-se de possíveis garotas grudentas, apesar disso, ele é um ótimo amigo, sempre está disposto a ajudar Parker quando ela precisa, e é isso que acontece quando o namorado dela, Lance, resolve terminar do nada o namoro de quatro anos dos dois.

20 maio 2018

Músicas que dariam uma boa trilha sonora

Hello, queridos. Como estão? Eu resolvi que precisava espairecer um pouco das leituras e trazer mais uma playlist de músicas para vocês, e o tema da vez foi “Músicas que dariam uma boa trilha sonora”, porque na minha mente, uma música só é boa se ela conseguir fazer com que você se sinta em um filme de romance, bem naquelas cenas dentro do ônibus enquanto uma chuva fina cai e você se encontra pensando na morte da bezerra (tudo muito natural, claro). Sacaram?

Talvez você não goste do estilo das músicas, já que a maioria é indie ou folk, mas peço que ao menos deem atenção à letra, certo? Também é minha dica para aqueles que querem falar algo pro boy ou a mina já que o Dia dos Namorados está chegando mas não sabem bem o que dizer, então fica aqui minha dica.

18 maio 2018

Quando o amor bater à sua porta - Samanta Holtz | Resenha


Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.
Romance | 304 páginas | Editora Arqueiro 

Quando o amor bater à sua porta foi uma das minhas recentes aquisições da Americanas, que estava vendendo o exemplar por apenas R$9,99. Desde que o livro foi lançado, eu já estava querendo lê-lo, mas sabe como é... a gente sempre compra outras obras e acaba se esquecendo daquelas que a gente jurava que queria ler, por isso assim que comprei meu exemplar, devorei-o em poucos dias.

Malu Rocha é uma escritora de romances bastante conhecida por todo o Brasil. Ela mora em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, e tem sua rotina perfeitamente calculada. Todos os dias ela sai para pedalar, visita seu avô ao menos três vezes na semana e dedica todo o resto do seu tempo ao seu mais novo livro, que conta a história de Ana Clara, e um possível triângulo amoroso que a personagem irá viver com Luíz Otávio e com seu ex-namorado.

Tudo está bem assim, obrigada. Mas apesar de ser uma das escritoras conhecidas por seus finais felizes, Malu não acredita nos “felizes para sempre” que ela insiste em vender as suas leitoras. Um segredo do passado a fez se esconder dentro de si mesma e tudo o que as pessoas conseguem enxergar é a nova Malu, uma escritora autoritária, independente, que não gosta de sair da rotina, cética no amor e nas questões do coração.
Até que um homem desconhecido bate à sua porta dizendo que Malu é a única pessoa que pode ajudá-lo. Seu nome é Luiz Otávio (a coincidência com o nome de seu personagem também não lhe passa despercebida). Ele sofreu um acidente de táxi e acabou perdendo a memória. A única pista que tem sobre quem é e o que estava fazendo ali está em um bilhete anotado com uma reunião que ele possivelmente teria com Malu há algumas semanas atrás.

17 maio 2018

Maratona Literária de Outono

Eu tento ao máximo não participar desses desafios literários porque eu sempre acabo flopando, colocando outra leitura na frente e por aí vai... mas dessa vez resolvi animar e participar, escolhendo somente 5 livros também, para ver se dá tempo de ler tudo e para ver se eu não caio no flop de novo. A Maratona Literária está sendo feita pelo canal Geek Freak, e terá início agora dia 19 e terminará dia 2 de Junho. Se você quiser também participar vem comigo!

16 maio 2018

Em pedaços - Lauren Layne | Resenha


Nessa recontagem moderna de a Bela e a Fera, Lauren Layne nos traz uma história irresistível de perdão, cura e, acima de tudo, amor.
Aos 22 anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa. Mas por dentro ela guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém chegado da guerra.
Mas o que ela não esperava era que seu paciente fosse um jovem enigmático de 24 anos tão amargurado quanto cativante.
Paul Landon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, acima de tudo, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesa novaiorquina linda, mimada e irritante.
A presença de Olivia parece tóxica para Paul, mas ele não consegue afastá-la, mesmo tentando muito. Por mais que lutem contra uma atração intoxicante, Paul e Olivia não conseguem se manter distantes. Agora, precisam decidir: eles vão ajudar um ao outro a curar as feridas do passado ou vão se manter, para sempre, em pedaços? CONTEÚDO ADULTO.
Romance | 176 páginas | Editora Paralela 

Recebi Em pedaços da Editora Paralela para uma prova antecipada e já posso dizer para vocês que adorei a trama e já quero os demais livros para ontem! Pra quem não sabe, Lauren Layne é a mesma autora que escreveu Mais que amigos, livro lançamento da editora que também tem feito muito sucesso por aí. Ainda não li ele, mas também o recebi da editora e em breve farei a leitura.

Olivia Middleton é uma patricinha de Nova York que resolve largar o último ano na NYU para cuidar de um veterano de guerra no Maine. Para quem acredita que o desejo de filantropia falou mais alto em Olivia se engana. Na verdade a garota de apenas 22 anos, quer fugir. Ela cometeu um deslize no passado e sente que precisa concertar o erro ajudando outra pessoa, mesmo que ela não saiba absolutamente nada sobre cuidar de alguém.