Categorias: , ,

Título: Vai sonhando!
Autor: Megan Maxwell
Lançamento: 2015
Páginas: 280
Gênero: Ficção
Editora: Suma de Letras

Sinopse: Rúben é um famoso jogador do Inter de Milão conhecido como “o touro espanhol”. Sua rotina se alterna entre os dias no campo de futebol e as noites ao lado de mulheres “tecnicamente perfeitas”. Até que ele se machuca gravemente durante uma partida e precisa ser operado. A volta aos campos é incerta. Seu tratamento e sua recuperação ficam nas mãos da fisioterapeuta Daniela, uma jovem que trocou Madri por Milão e que, ao contrário de seu paciente, está sempre com um sorriso no rosto.O temperamento de um e de outro logo se choca. Ela rebate o mau humor e o aparente desprezo de Rúben com um otimismo inabalável, mas aos poucos fica evidente que a tensão entre os dois esconde uma inesperada atração.O convívio diário com o jogador transforma a vida de Daniela, que, pela primeira vez em muitos anos, questiona a regra que impôs a si mesma — nunca ficar mais de dois meses ao lado do mesmo homem — na tentativa de esconder um terrível segredo. Com medo de estar se apaixonando por um dos maiores conquistadores do futebol italiano, ela tentará fugir antes que seja tarde demais.Vai sonhando! é uma história passional, ardente e muito emocionante, no mais puro estilo Megan Maxwell, a autora espanhola best-seller da literatura erótica e romântica.
Boa tarde leitores. Trago à vocês a resenha do livro da minha querida Megan Mawxell, minha autora preferida seguida de J.K. Rowling. Já li outras obras da autora e estava ansiosa para ler essa também, porém o livro não me impressionou muito e deixou muito a desejar. Eu gostei da história ou do que a autora propôs a fazer, porém, o jeito como começou o livro não me agradou tanto e acabou quase se tornando uma leitura bem rasa e sem muito conteúdo. Acredito que a autora queria logo começar a história, só que com isso ela acabou fazendo algumas cenas se passarem rapidamente, o que fez o livro ficar com a impressão de que era bastante corrido. É como se tivessem resumido uma semana inteira em apenas duas páginas. Acho que deveria ter sido um pouco mais elaborado. Sem contar que só comecei a gostar do livro mesmo já perto do final, o que é bem triste vendo que o livro é da Megan.

Categorias: , , ,

Bom dia leitores. Hoje é 1 de Abril e estava escolhendo sobre o que ia escrever no blog quando vi uma pergunta no Ask.fm muito interessante. A pergunta foi: Hoje eu fiz uma matéria em meu blog (stonecoldgirl.blogspot.com.br) de 5 livros que já me destruíram. E você, me diga um livro ou mais que te destruiu.  Resolvi então responder a pergunta fazendo um post sobre ela aqui no blog assim como a autora da pergunta fez no dela: [link aqui]. Se você quiser também fazer esse Top 5, sinta-se livre para tal coisa. Vamos lá?

Hoje venho trazer uma novidade muito legal: o Doodleface. É um aplicativo que você pode criar vários rostos engraçados ou até de você mesmo a partir das artes que o aplicativo disponibiliza. Além de tudo, você também pode jogar jogos com os personagens que você criou no próprio aplicativo. O mais legal é que as bocas, nariz e olhos são de diferentes tipos e formas, o que faz você ter um gama de ideias de personagens para fazer. Eu baixei no meu celular e fiz alguns. Olha que demais!

Categorias: , , ,

Título: P.S.: Ainda amo você
Autor: Jenny Han
Lançamento: 2016
Páginas: 304
Gênero: Infato juvenil / Literatura Estrangeira
Editora: Intrínseca
Sinopse: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.Em "Para todos os garotos que já amei", Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em "P.S.: Ainda amo você", Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.
Eu fiquei completamente apaixonada pelo primeiro livro Para todos os garotos que já amei. Quando descobri que havia uma continuação tratei logo de procurar ela para lê-la. Para quem ainda não viu a resenha do primeiro livro, você encontra ela aqui. Como sabemos, Lara Jean se mete em várias confusões ao longo do primeiro livro e quando enfim a história termina, descobrimos que ela se vê apaixonada de verdade por Peter Kavinsky, seu namorado de mentirinha.

Categorias: , ,

Título: Fiquei com seu número
Autor: Sophie Kinsella
Lançamento: 2012
Páginas: 464
Gênero: Chick-lit / Humor / Comédia / Romance
Editora: Record

Sinopse: A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.
É muito normal julgarmos um livro pela capa ou por sua sinopse. Esse livro eu havia visto em alguma livraria assim que lançou mas até então só havia lido a sinopse. Não me interessei muito porque na minha cabeça não parecia um romance em si, apenas uma história de uma tragédia que aconteceu onde a personagem principal passava o livro inteiro tentando resolver. Mas na verdade, o livro me impressionou bastante e virou um dos meus livros favoritos agora. É daquele jeito que você acaba entendendo tudo errado no começo, pede para que no fim dê tudo certo e o final te surpreende e dá aquele gosto de "quero mais". 

Título: 23 Noites de Prazer
Autor: Julianna Costa
Lançamento: 2014
Páginas: 344
Gênero: Romance Erótico
Editora: Universo dos Livros

Sinopse: Nahia era uma garota tímida, insegura e insatisfeita com o seu trabalho em uma editora. Até conhecer, literalmente, o homem dos seus sonhos. Ao visitá-la durante as noites, Amadeo libertou seus desejos sexuais mais profundos e, desde então, ela teve as experiências mais sensuais, quentes e inusitadas que uma mulher poderia ter!Essas aventuras ardentes a transformarão em uma mulher confiante e deslumbrante, pronta para desafiar todos ao seu redor para fazer a coisa certa e publicar o livro mais cobiçado do momento! 
Esse livro eu tinha lido há um tempinho atrás e resolvi fazer a resenha para vocês terem uma ideia de como seja. Eu não conhecia essa obra da autora, mas já tinha ouvido falar de outros livros dela, como 4 semanas de prazer. Resolvi não ter expectativas em relação a esse livro. Decidi que ele iria me impressionar por si só e se não fosse assim, paciência. 

Olá, como vão? Hoje eu resolvi fazer um Papo de Garota com um assunto que sempre é recorrente nos dias atuais (infelizmente), por isso o tema de hoje é "Ele me traiu, e agora?". Lidar com a traição de uma pessoa que você confia e ama nunca vai ser fácil. Inúmeras vezes iremos ficar pensando naquilo e acabar magoando a nós mesmos. É como se estivéssemos sido iludidas ou nos enganado, achado que aquela pessoa nunca faria esse tipo de coisa.

Título: O Príncipe dos Canalhas
Autor: Loretta Chase
Lançamento: 2015
Páginas: 288
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Arqueiro

Sinopse: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.
Bom dia gente! Hoje eu chego com a resenha pro #DesafioHistóricoseEu. É de um livro que também vi muito falar nos blogs de leitura. Loretta Chase nos apresenta uma série com vários "canalhas" no meio do contexto parisiense/londrino do séc. XIX. Conhecemos então O Príncipe dos Canalhas chamado Sebastian, o marquês de Dain. A autora usa muito o título do autor para descrevê-lo nas cenas do livro, irei chamá-lo de Dain aqui para ficar mais fácil o entendimento.

Bom dia pessoal! Hoje é mais um dia de Top 10 Terça-feira, uma ideia vinda do blog Broke and Bookish onde são eles que definem o tema para serem respondidos. O tema de hoje é: Top 10 melhores e piores livros que li recentemente.

5 Melhores

1. Super Desapegada - Esse livro falou bastante comigo em relação a amizade e amor. Gostei também porque a personagem principal é uma blogueira e pratica o desapego, ao menos em teoria. Além de ser um livro nacional, que melhora mais ainda minha opinião sobre ele. [Resenha aqui]

2. Os Adoráveis - É a segunda vez que leio o livro e ele ainda assim continua me impressionando com sua narrativa jovem adulto. Me emocionou, me fez chorar, me fez pensar... Um livro incrível que retrata um assunto atual sobre essa nossa geração. [Resenha aqui]
3. Anna e o Beijo Francês - Eu adoro os gêneros jovem adultos e essa foi uma história que deixou meu coração leve, me fez rir e ansiar por um final feliz. Acho que livros leves assim sempre são bons para melhorar o astral da gente. [Resenha aqui]
4. Para todos os garotos que já amei - Ah! Esse livro é tão lindo. Muito bem elaborado e a escrita é simples e bem fácil de ler. Gostei muito dele porque fala sobre primeiro amor e segundas chances. Adoro quando personagem adolescente é o problema central do enredo. [Resenha aqui]
5. Uma Curva no Tempo - Esse livro me impressionou além do normal porque a autora me pegou de jeito até o término do livro. O enredo completo é impressionante e é um daqueles livros que faz você ficar horas e horas pensando sobre a vida. Chorei muito e me emocionei ao extremo. Perfeito! [Resenha aqui]
5 Piores

1. Lembra de mim? - Não que tenha sido necessariamente um livro ruim, mas quando se coloca as expectativas muito alto, a queda é grande demais. Não me impressionou muito com o enredo e não gostei tanto como achei que gostaria. [Resenha aqui]
2. O Lobo do Mar - Não sei o que me deu na cabeça para ler tal livro. O gênero em si já não é do meu gosto, é outra vibe, outro estilo e eu acabei odiando cada dia da leitura. Diferentemente do meu amigo que adorou a leitura. Acho que não me identifiquei mesmo com o gênero do autor.
3. O Mapa do Tesouro - No mesmo padrão que O Lobo do Mar, simplesmente meu santo não bateu com esse livro.
4. A Aposta - Esse livro tinha tudo para eu ter gostado, mas no meio do livro a leitura ficou chata, monótona e até repetitiva. Não gostei tanto assim como achei que iria gostar.
5. 1 Milhão de motivos para casar - Esse livro é muito fofo mas durante a leitura acabei sentindo ele bastante chato, monótono e até ás vezes perdia um pouco o foco do tema. Pela capa achei que seria um livro divino, mas não foi bem assim. [Resenha aqui]




Categorias: , ,

Título: Os Adoráveis
Autor: Sarra Manning
Lançamento: 2013
Páginas: 384
Gênero: Jovem Adulto / Romance
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ficaram pela primeira vez.
Esse é um daqueles livros que nos trazem não apenas uma história pronta para ser vendida pelas grandes massas de editoras, e sim mais que um aprendizado em meio ao enredo. Não posso dizer em palavras o quanto esse livro me emocionou, fez eu me identificar com ele e me fez chorar. A autora nos trás em sua incrível obra mais que meras palavras, mas crises existenciais de pessoas que são como a gente e talvez até nós mesmos. 

Antes tarde do que nunca! Eu já havia decidido sobre o que colocar na minha listinha dos desejos, mas por algum motivos acabei enrolando e enrolando e não a publiquei. Mas hoje (graças ao bom Deus e ao tédio) resolvi enfim fazer a minha lista dos desejos para 2016 que eu fielmente espero que seja um ano tranquilo e mais favorável que 2015. Se caso ainda não deu tempo de você fazer a sua listinha também, pegue o embalo e a faça antes tarde do que nunca!