Facebook

Pra quê casar se eu posso ler?

Casamentos são tudo de bom! É sempre bom estar presente no momento mais especial da vida de alguém. Mas o melhor de tudo mesmo é a festa após a cerimônia, já que ela é cercada de elementos que deixam tudo com um quê especial. Sem falar na comida! Tem coisa melhor do que comer bolo de casamento e os docinhos? Difícil resistir, não é? Então por que diabos o título do post é 'Pra quê casar se eu posso ler?' se eu amo tantos casamentos? É uma brincadeira, gente! Minha tia vai se casar e eu resolvi fazer esse post pensando em diversos livros que falam sobre a temática ou que abordam ela no enredo. Por isso, vou indicar alguns para vocês, vamos dar uma olhada?

Série Quarteto de Noivas
Essa série é para aqueles que gostam de um romance leve e com poucas reviravoltas. A série Quarteto de Noivas, da Nora Roberts fez grande sucesso assim que foi lançada aqui no Brasil. Eu mesma já li todos os livros e ainda posso sentir os sentimentos que tive ao finalizar cada leitura. O título já diz tudo sobre o livro, não? Pois é. Para quem gosta de saber mais sobre os bastidores de um casamento, esse livro é o ideal pois ele aborda essas quatro temáticas: fotografia, decoração, comida e cerimônia.

[Resenha] Battle Royale, de Koushun Takami @Globo Livros

Título: Batte Royale
Autor: Koushun Takami
Lançamento: 2014
Páginas: 664
Gênero: Distopia / Drama / Romance / Suspense e Mistério 
Editora: Globo Livros
Classificação:
Sinopse: Battle Royale é um thriller de alta octanagem sobre violência juvenil em um mundo distópico, além de ser um dos best-sellers japoneses e mais polêmico entre os romances. Como parte de um programa implacável pelo governo totalitário, os alunos do nono ano são levados para uma pequena ilha isolada e recebem um mapa, comida e várias armas. Forçados a usarem coleiras especiais, que explodem quando eles quebram uma regra, eles devem lutar entre si por três dias até que apenas um "vencedor" sobreviva. O jogo de eliminação se torna a principal atração televisiva de reality shows. Esse clássico japonês é uma alegoria potente do que significa ser jovem e sobreviver no mundo de hoje. O primeiro romance do jornalista Koushun Takami, tornou-se um filme ainda mais notório pelo diretor de 70 anos de idade, Kinji Fukusaku.
Todos sabem minha aversão a distopia e os demais gêneros do tipo, mas desde que vi uma resenha falando sobre Battle Royale, resolvi parar com esse receio e ler de uma vez. Demorou, o livro tem quase 700 páginas, mas juro que valeu cada minuto. Nunca li nada parecido - mesmo tentando ler Jogos Vorazes -, porque as diversas emoções que senti ao ler sobre os personagens deste enredo foram seriamente conflitantes.

Há cada dois anos, uma turma do 9º ano das cinquenta escolas da Grande Ásia Central, que tem um regime totalitário, é escolhida para participar de um programa com o objetivo de melhorar a Defesa Nacional. O programa é fatal e consiste na luta entre os estudantes, só um pode sobreviver e por isso, muitas pessoas tem medo de serem escolhidos. Neste ano em questão, a turma de Shuya Nanahara foi escolhida e eles farão de tudo para sobreviver.

[Resenha] A Turma - Memórias de uma garota que não sabia ser feliz sozinha, de Alissa Grosso @Gutenberg

Título: A turma - Memórias de uma garota que não sabia ser feliz sozinha
Autor: Alissa Grosso
Lançamento: 2013
Páginas: 288
Gênero: Jovem Adulto
Editora: Gutenberg
Classificação:
Sinopse: O ensino médio está prestes a acabar, mas ela tem medo de perder tudo o que faz dela quem ela é. Até que seu grande segredo é descoberto…
Este romance conta a história de Hanna Best, uma líder popular idolatrada e a estrela do ensino médio de sua escola. A turma existe por causa de Hanna, e tudo gira em torno dela, mesmo com o apoio incondicional das amigas Gilda, Olivia, Sheila e Patrícia, além de Alex, seu namorado fofo, gentil e amoroso. Todos estão sempre lá para ajudar. As amizades, o colégio e a rotina são sua referência e segurança no mundo, mas essa vida está prestes a acabar com o fim do ensino médio, e isso é apavorante para a jovem.
Porém as coisas começam a ruir bem antes, quando uma reviravolta revela o profundo e chocante segredo de Hanna, que só Alex conhecia. E é somente vencendo dores antigas e questões profundas que uma nova fase poderá começar na vida de todos. Com uma história surpreendente, A turma fará você se apaixonar por Hanna, e sentir na pele os dramas, sentimentos e conflitos adolescentes da protagonista, em uma profunda e comovente narrativa.
Gilda, Olivia, Sheila e Patrícia fazem parte da Turma. A turma só existe por causa de Hanna Best, foi ela que trouxe todas essas meninas completamente diferentes para dentro de seu grupo. Cada uma delas tem personalidade completamente distintas. Gilda é a mais agressiva por usar roupas pretas e maquiagem dramática. Olivia é a melhor amiga de Hanna, a conhece desde que tinham cinco anos. Sheila acabou entrando por acaso na Turma e faz de tudo para tomar o lugar da líder, a Hanna e Patrícia é a mais tímida, sempre que pode se esconde atrás da lente da sua câmera.

Todas elas acreditam que Alex, o namorado de Hanna é completamente antiquado para ela, já que ela merece alguém melhor sendo a mais popular do colégio, não um cara sensível que só sabe chorar e ficar sozinho. Tudo parece estar a mil maravilhas, mas a cada momento que Hanna se aproxima da formatura do último ano, ela sente que tudo que construiu acabará e sente um medo imenso dessas mudanças. Para eternizar os momentos, Hanna fará de tudo para mostrar sua marca. 

Livros nacionais que merecem sua atenção #1

Olá, como vai? A literatura nacional infelizmente ainda é pouco reconhecida. Mesmo que alguns leitores gostem de ler todo tipo de coisa, é muito difícil darmos o devido valor a alguns autores nacionais, por isso, eu resolvi indicar neste post três livros nacionais que merecem sua atenção e assim por diante, indicarei mais outros três livros a cada semana. Isso ajudará a conhecermos mais sobre a nossa literatura e vai incentivar também a lerem outras obras.

A droga da obediência
Esse livro é uma delícia! Pedro Bandeira é um autor renomado  da literatura brasileira mas é quase impossível, nos dias atuais, você ver alguém lendo um de seus livros, por isso A droga da obediência é o pedido certo se você quer conhecer mais sobre a narrativa do autor, que envolve mistério, suspense e uma gama de acontecimentos que irão te tirar o fôlego. Eu não daria nada para o livro, mas posso dizer que ele rende uma leitura maravilhosa! Vale muito a pena.
Sinopse: Uma turma de adolescentes enfrenta o mais diabólico dos crimes. Num clima de mistério e suspense, cinco estudantes - os Karas - enfrentam uma macabra trama internacional - o sinistro Doutor Q.I. pretende subjugar a humanidade aos seus desígnios, aplicando na juventude uma perigosa droga. E essa droga já está sendo experimentada em alunos dos melhores colégios de São Paulo. Este é um trabalho para os Karas - o avesso dos coroas, o contrário dos caretas.
Sangue de Lobo
Esse é meu livro nacional favorito dentre todas as obras que eu já li, por isso você pode crer que ele realmente tem um toque especial. Rosana Rios e Helena Gomes dão o seu melhor e nos mostra um pouco sobre as lendas misturado com mistério, suspense e claro, a cultura brasileira. Também somos ambientados em cidades como Rio de Janeiro e Minas Gerais, então se você quer um livro rico em história e detalhes, esse é o certo para você.
Sinopse: Em 'Sangue de Lobo', um antigo original de um livro que conta uma história de mistério e morte jaz esquecido num pequeno museu em um restaurante no sul de Minas Gerais. Duas jovens, Ana Cristina e Cristiana, em viagem com a família de Ana, encontram-no e leem a história. Elas ficam assustadas, pois o enredo do livro retrata exatamente o jogo de RPG que elas criaram com amigos em São Paulo. E o mais curioso - a história se passa na cidade onde vão passar as férias. Foi lá que ocorreram crimes em série no início do século XX. E, no mesmo local, 100 anos depois, volta a acontecer uma sequência sinistra de mortes - oito macabras bonecas de porcelana parecem corresponder às vítimas de um insano assassino serial. As histórias do presente e do passado se misturam a partir do lobisomem Hector, um jovem inglês do passado que luta contra a maldição da Lua Cheia.
23 noites de prazer
Não é de hoje que a Julianna Costa nos encanta com seus livros. Ela cria personagens memoráveis e uma narrativa completamente envolvente. Seus livros eróticos trazem o melhor do gênero, fazendo com que coremos com alguns diálogos, mas que fiquemos cada vez mais ávidos pela leitura. 23 noites de prazer é aquele livro que é sarcástico, sexy e que nos leva pelo caminho do auto-descobrimento de uma forma memorável.
Sinopse: Nahia era uma garota tímida, insegura e insatisfeita com o seu trabalho em uma editora. Até conhecer, literalmente, o homem dos seus sonhos. Ao visitá-la durante as noites, Amadeo libertou seus desejos sexuais mais profundos e, desde então, ela teve as experiências mais sensuais, quentes e inusitadas que uma mulher poderia ter!
Essas aventuras ardentes a transformarão em uma mulher confiante e deslumbrante, pronta para desafiar todos ao seu redor para fazer a coisa certa e publicar o livro mais cobiçado do momento!
Espero que tenham gostado do post e das indicações e se caso você já ouviu falar ou leu algum destes, deixe sua opinião sobre o livro para a gente. Tenha um ótimo dia!

[Resenha] Três coisas sobre você, Julie Buxbaum @Arqueiro

Título: Três coisas sobre você
Autor: Julie Baxbaum
Lançamento: 2016
Páginas: 288
Gênero: Jovem Adulto
Editora: Arqueiro 
Classificação: 
Sinopse: Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante.
Jessie acaba de se mudar de Chicago para a casa da mulher de seu pai na Califórnia, esta que ela nem sabia que existia. Theo, o filho dela, também não gosta nem um pouco dessa mudança e faz da convivência com eles um inferno. Ainda assim, Jessie precisa se acostumar e se adequar a nova escola que é cheia de alunos ricos e esnobes. Suas primeiras semanas são ruins já que a "alta classe" zomba dela. Se ao menos sua amiga Scarllet pudesse estar lá para ajudá-la...

Mas eis que surge um e-mail enviado por "Alguém Ninguém" que resolve ajudar Jessie nessa nova fase, mostrando a ela com quem ela poderia fazer amizade, com quem ela não poderia falar e etc. No começo ela não leva a mensagem a sério e acha que é uma brincadeira, mas acaba aceitando e juntos, ela e AN, fazem uma amizade onde a identidade dele é o ponto central da trama.  

Tag Liebster Award


Oi! Eu fui marcada nessa tag muito legal pelo blog Pedagoga Literária. As regras são as seguintes:
  • Escrever 11 fatos sobre mim;
  • Responder às perguntas feitas pelo blog que nos nomeou;
  • Fazer 11 perguntas novas;
  • Nomear 11 blogs com menos de 200 seguidores.
11 fatos sobre mim
Nunca viajei para o exterior;
Sempre quis ter um gato, mas pelas circunstâncias temos uma cadela nomeada Pipoca;
Quando mais nova eu gostava de desenhar personagens de mangá e/ou anime;
Tenho mais facilidade para fazer amigos homens;
Odeio escrever à caneta;
Gosto muito de andar de patins;
Sou mais apegada a minha tia do que a minha mãe;
Meu gênero musical favorito é rock;
Adorei conhecer João Pessoa, mas eu simplesmente amei Copacabana;
Tenho pavor de besouros;
Gosto muito de conversar, mas detesto ter que cumprimentar as pessoas.