Facebook

[Resenha] O desafio, de Rachel Van Dyken @Suma de letras

Título: O Desafio
Autor: Rachel Van Dyken
Lançamento: 2015
Páginas: 360
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Suma de Letras
Sinopse: Como vai? Quer dizer, faz tanto tempo!”
Na verdade, fazia onze meses, uma semana e cinco dias. Mas quem é que estava contando? Não ela.
Jake Titus é rico demais, bonito demais e arrogante demais: qualidades que, anos antes, fizeram Char Lynn viver com ele a melhor noite de sua vida — e em seguida a pior manhã, quando ele a dispensou. Agora terão que se reencontrar no casamento de Kacey, a melhor amiga dos dois. Seria uma situação estranha, mas suportável... Se vovó Nadine não tivesse sido desafiada a uni-los.
Como padrinho e dama de honra dos noivos, Jake e Char têm que passar cada vez mais tempo juntos. Ele é um galinha mimado, e ela é uma garota maluca. Então por que não conseguem resistir um ao outro? 
Quando Jake para de se comportar como um babaca e começa a agir como o homem que Char sempre teve esperança de que ele pudesse ser, fica cada vez mais difícil lembrar que ele já a magoou. E agora Jake vê nela tudo que sempre quis — só precisa fazer Char acreditar nisso.
O desafio é a continuação de A aposta, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken.
Faz muito tempo que não me divirto tanto lendo um livro! Sério, vocês precisam conhecer a vovó Nadine! Quem já leu os livros dessa série, sabe exatamente do que estou falando. Esse livro é o segundo volume da série A Aposta, mas como eu não sabia disso, eu acabei lendo esse e o terceiro, ou seja, pulei o primeiro. Mas eu indico que você leia todos na ordem porque alguns acontecimentos do segundo se devem ao primeiro livro, e eu acabei não entendo algumas coisas por isso (mas no final tudo ficou claro!).

Char desde criança nutriu uma paixão por Jake Titus, mas ele como um garoto cheio de hormônios e bonito que era, ficava com várias garotas na frente dela. Desiludida, Char cresceu achando Jake um babaca por não notá-la, até que em um encontro anos mais tarde muda isso e induzidos pelo álcool, Char acaba dormindo com Jake. O problema é que no dia seguinte Jake vai embora deixando apenas um bilhete de agradecimento pela noite.

Os queridinhos da Bienal! (Dessa vez minha mãe que pagou)

A Bienal de Brasília aconteceu na semana do dia 21 de Outubro até o dia 30 e veio com diversas propostas bem legais para incentivar a leitura. Algumas pessoas sabem o sufoco que passei no segundo dia que fui lá. COMPREI MAIS DO QUE DEVERIA, mesmo os preços estando bem acessíveis. Pois é, esse mês vai ser mais complicado pagar algumas outras coisinhas mas eu faço o que posso.

Depois do desespero que passei, minha tia e minha mãe resolveram que queriam visitar a Bienal para comprar algumas Bíblias e fomos no sábado e domingo para conferir os lançamentos. Como forma de me adular (até porque ela ainda não sabe que eu gastei um tantão de dinheiro comprando os oito livros antes), minha mãe resolveu me abençoar com três livros e minha tia com dois. Então vou mostrá-los quais foram os que escolhi e também vou mostrar um bônus que acabei levando para casa também.
Rainha de Copas foi um livro que me chamou atenção pela capa. Quando li a sinopse, fiquei curiosa porque é a primeira vez que vejo uma história dar enfoque na vida da vilã (mesmo ela não sendo tão vilã assim). Alguém ai já leu?
Não sei muito bem o que esperar de Minha vez de brilhar, mas sei que se trata de um young adult. Comprei mais precisamente porque estava com pressa para ir embora e como ele tem capa dura, eu fiquei interessada. Problemas à Vista foi mais um livro da Rachel que eu nem conhecia, e eu já li e já amei! Ele parece muito com Vai Sonhando! da Megan Maxwell, mas diferentemente dele, eu gostei mil vezes mais desse livro. Rachel aborda bastante os pensamentos, sentimentos e aspirações dos personagens e assim podemos conhecê-los melhor.
Desde que vi uma resenha muito positiva sobre esse livro, eu coloquei ele na minha lista. Confesso que eu esqueci dele, mas encontrei ele por acaso enquanto procurava outro livro e resolvi levá-lo. Fiquei rindo só da capa e da diagramação, será que vou rir com a escrita dele?
Eu também estava procurando outro livro para levar quando avistei esse na mesma estante, e até bem barato para um recém-lançamento, por isso não exitei em levar. Até porque a capa é maravilhosa!!!

BONUS***: E por fim, eu levei pra casa uma coleção da série Diário de um Banana até o vol. 8, e até um outro volume fora do box. Tecnicamente essa coleção não é minha, minha mãe comprou para minha irmã caçula, mas como eu sou da família (e tudo o que é delas, é MEU!), eu adotei os livros também haha. O preço estava bem bacana e por isso minha mãe resolveu levar. Acho que valeu muito a pena.
Esses são os novos queridinhos da minha estante comprados na Bienal! Gostaram? Já leram algum? Deixe nos comentários sua opinião.


[Resenha] A playlist da minha vida, de Leila Sales @Globo Livros

Título: A playlist da minha vida
Autor: Leila Sales
Lançamento: 2014
Páginas: 312
Gênero: Jovem Adulto
Editora: Globo Livros
Sinopse: Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop, único território em que Elise se sente confortável e confiante.
Diante de seu desajuste em relação à maioria, a adolescente tenta de tudo – inclusive a mais radical das saídas, felizmente sem sucesso. No auge de seu solitário desespero, o acaso a leva até a porta de uma balada noturna, via de acesso para um mundo completamente novo, cheio de som e diversão, no qual sua veneração por música funciona como senha para inclusão em um inédito círculo de amizades.
As festas noturnas do Start – o melhor clube underground do mundo – tornam-se o lugar onde a felicidade, a aceitação social e até o amor são possíveis para Elise. Não demora muito para que um misterioso bullying eletrônico e a habilidade da garota como DJ coloquem em confronto este universo com a dura realidade cotidiana.
A playlist da minha vida é uma vibrante fábula pop que lida com temas recorrentes nas obras contemporâneas para jovens: exclusão, invasão de privacidade, resgate de autoestima e muita trilha sonora. Escrito pela americana Leila Sales, o livro se ambienta em dois cenários: o escolar, com sua dinâmica de poder juvenil baseada em “popularidade”, e o da cena noturna, em que adolescentes ensaiam seus primeiros voos para uma existência adulta.
Elise Dembowski quer mudar sua vida já que nunca foi popular e nunca teve amigos de verdade, por isso, ela resolve cortar seus pulsos e fingir um suicídio e acaba ligando para uma colega de classe. Ao invés de conseguir a amizade com a tal colega, após esse episódio, ela acabou ganhando pais preocupados com tudo o que ela faz. Sem mais opções, ela começa a caminhar de noite para se acalmar e em uma dessas noites, ela conhece duas meninas chamadas Pippa e Vicky, e juntas a levam para a maravilhosa boate Scar.

Na Scar tudo é completamente diferente. Ali ninguém a conhece, mas a tratam como uma igual e assim, Elise vai todas as quintas-feiras para a tal boate se divertir, enfim se sentindo parte de um grupo. São nessas noites que ela descobre sua verdadeira aptidão: a música. Fazendo alguns trabalhos com o DJ da noite, Char, ela vai fazendo playlists e sets de músicas. Elise também vai descobrir sobre si mesma, sexualidade e amizade.

[Resumo do mês] Livros lidos em Outubro/2016

Olá, como vão? Eu não canso de dizer que o ano está simplesmente correndo! Já chegamos a novembro e já já estamos comemorando Natal e em seguida Ano Novo. Parece que o tempo está passando por nossas mãos tão rápido que eu não consegui cumprir nada daquilo que queria fazer este ano. Mas mesmo assim. acredito que Outubro foi o mês que mais passou lentamente (na minha cabeça!). Deve ser também porque tive que fazer muitas apresentações, provas, aniversários e festas, então eu não parei quieta.

O post mais acessado com mais views (contando com 173) foi minha crítica ao livro A Bibliotecária, o qual infelizmente não consegui terminar. O post tem 18 comentários, e o segundo foi o resumo do mês de setembro, com 173 viwes também e 14 comentários. 

E mesmo fazendo tantas coisas esse mês, meu ritmo de leitura não parou e eu consegui finalizar esse mês com 13 leituras. Os livros são maravilhosos por sinal! As demais resenhas você encontra abaixo.

[Especial de Halloween] Livros de terror para comemorar

Hoje, dia 31 de Outubro, comemora-se nos Estados Unidos o feriado conhecido como Halloween, ou para nós brasileiros Dia das Bruxas. É uma data muito especial para quem curte o dia já que várias crianças e até mesmo os pais podem se fantasiar, decorar de diversas formas a casa e ir atrás de doces ou travessuras pela vizinhança ao som de muito terror. E como não podia faltar livros, trouxe no post de hoje, cinco indicações de livros para você comemorar este dia em grande estilo!
P.S.: Eu não sou muito fã de livros do gênero terror, mas vou indicar aqueles que eu tenho certeza que você irá adorar!