[Resenha] Problemas à vista, de Rachel Gibson @Pandorga

Título: Problemas à vista
Autor: Rachel Gibson
Lançamento: 2014
Páginas: 320
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Pandorga
Sinopse: A carreira de atriz de Chelsea Ross foi um fracasso total. O mais próximo que ela conseguiu chegar do estrelato foi sua performance brilhante como Garota bonita morta #1. Porém, deixar Hollywood para se tornar a assistente pessoal de um famoso jogador de hóquei pode ter sido a mudança mais idiota de sua carreira.
Os dias de glória da estrela contundida Mark Bressler chegaram ao fim. O ex-atleta bad boy poderia pelo menos tratar bem o mulherão em tamanho miniatura de cabelos cor-de-rosa que o Seattle Chinooks contratou para ser a sua assistente. Se Chelsea não precisasse do dinheiro, estaria fugindo do maior imbecil do mundo, tão rápido quanto suas pernas conseguissem levá-la.
Chelsea consegue lidar com a atitude malcriada de Mark e seu mau humor. O problema é aquele corpo e bíceps maravilhosos! E quando o bad boy começa a avançar o sinal com ela, Chelsea sabe que é hora de colocá-lo de lado, na zona de punição Se ao menos ela conseguisse resistir ao tipo de problemas que ele tem em mente!
Trago mais uma vez uma resenha de um livro maravilhoso da incrível Rachel Gibson. Nesta obra, conhecemos o jogador de róquei Mark Bressler, que vê sua vida mudar completamente depois que sofreu um acidente de carro que o deixou em coma por alguns meses, além de deixar sequelas que arruinaram seu sonho de voltar a jogar. Hoje seu time ganhou o campeonato mais importante do róquei, mas foi por causa de Mark que eles conseguiram chegar tão longe, já que foi através de sua liderança e dedicação que o time passou para as semi-finais. O time entende isso, porém Mark se ressente por não poder ter jogado na final devido seu acidente, e isso continuamente piora seu humor.

O time do Seattle Chinooks, esse que Mark jogava, contratou Chelsea para ser assistente de Mark, mas todas as enfermeiras que o time mandou, Mark as expulsou de sua casa sem pensar duas vezes, com Chelsea não seria diferente. Mark não quer ninguém o ajudando, quer provar para todos que consegue se virar sozinho. 

Músicas para ouvir na viagem

O ano está acabando depressa, daqui a pouco nós terminamos o semestre, a escola e enfim vamos dar um alô para as tão sonhadas férias. Férias é tempo para se divertir, descansar e o melhor de tudo, viajar. Pensando um pouquinho mais sobre isso e entrando nesse clima de verão, resolvi trazer uma playlist com músicas para você ouvir na viagem, ou em qualquer outra coisa que você for fazer.
OBS: As músicas são do meu gosto, então eu vou tentar indicar uma de cada categoria que eu gosto.

[Resenha] Louras Zumbis, de Brian James @Galera Record

Título: Louras Zumbis
Autor: Brian James
Lançamento: 2010
Páginas: 240
Gênero: -
Editora: Galera Record
Sinopse: A partir do momento que Hannah Sanders chegou à cidade, ela sentiu que havia algo errado. Muitas casas estavam à venda, e a cidade parecia infectada por um silêncio sobrenatural. E então, no primeiro dia de Hannah no colégio, ela correu para um grupo de cheerleaders, as meninas mais populares da escola. O estranho era que elas eram quase idênticas na aparência: loira, bonita, e pálida. Mas Hannah quer desesperadamente se adaptar independentemente do que seu amigo Lukas está dizendo a ela. Quando seu sonho de ser uma delas começa a se tornar realidade ela vê que isso pode ser um pesadelo!
Eu comprei esse livro recentemente na Bienal de Brasília por causa da capa, que é completamente linda e impactante. A história tem tudo para ser um daqueles filmes de sessão da tarde, e não é que tem mesmo?

Hannah já está cansada das mudanças que tem que fazer por causa de seu pai. Ele acabou abandonando o trabalho de policial devido a um incidente e por isso, os dois vivem com o pé na estrada. Chegam a uma cidade, ficam no máximo alguns meses lá, mas assim que as coisas apertam e as credores aparecem, eles dão no pé e procuram outra cidade para morar. Apesar de Hannah gostar das mudanças no início, ela está cansada de sempre ser a garota nova na cidade. Ao longo desses seis anos que ela e seu pai tem estado nessa rotina, ela espera que a próxima cidade seja seu lar definitivo.

Blogs que amo e super indico!

Olá, como vão? Como alguns de vocês sabem, eu tiro algum dia do mês para fazer um grande blogroll onde eu indico quatro blogs que eu sigo e que simplesmente amo, seja ele literário ou não. Se antes de tudo você quiser conferir quais foram os primeiros blogs que indiquei, clique aqui. Vamos conhece os quatro escolhidos dessa vez!

Quando eu comecei aqui no blogger eu fui logo atrás de parcerias e o blog Ler para Divertir foi um desses. A Gisela (dona) é um amor de pessoa. Sempre que pode ela visita os blogs e deixa um comentário super positivo nos posts. Além do mais, ela sempre está disposta a participar dos sorteios e ajudar os outros blogs a crescer.

O que tem na nossa estante
Eu tenho um carinho muito especial por este blog! Algumas das pessoas da equipe eu conheci depois (Pandora, Jaci, Marise), mas foi através da Michele que eu descobri esse lugarzinho especial. Eles simplesmente falam de tudo e são muito unidos na hora de fazer os posts, o que eu acho muito legal quando o blog tem muitos colunistas. A Mi sempre arranja um tempinho para visitar o blog e é incrível a quantidade de coisas em comum que nós temos.

Brilliant Diamond
Continuando naquela praia de procurar parcerias, eu acabei conhecendo a Lari e o blog dela. Além deles fazerem ótimas resenhas de livros, eles também fazem  de filmes e séries. A Lari é um amor de pessoa e é muito legal, e por isso eu me tornei uma das colaboradoras do blog. Ele ficou esse mês parado mas a partir do mês que vem ele voltará com tudo. Confiram!

Manual da Blogueira
Eu conheci esse blog recentemente mas já amo. Para algumas pessoas viciadas em mudar o layout que nem eu, ele é extremamente útil e importante, por isso eu acabei usando-o na hora de fazer as alterações do blog (como podem ver). Então se você quer modificar alguma coisa, ou até mesmo conhecer algumas coisas sobre o mundo blogger, esse blog é uma ótima dica.

Espero que tenham gostado das indicações e espero que visitem os blogs!


[Resenha] O garoto do cachecol vermelho, de Ana Beatriz Brandão @Verus

Título: O garoto do cachecol vermelho
Autor: Ana Paula Brandão
Lançamento: 2016
Páginas: 294
Gênero: Ficção / Jovem Adulto
Editora: Verus
Sinopse: Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance
Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.
Melissa é uma jovem bailarina que aspira conseguir uma vaga na famosa escola de artes Julliard. Para isso, ela treina todo dia com afinco. Devido a morte do pai antes dela nascer, sua mãe acabou se dedicando 100% ao trabalho, tornando-se ausente na vida da filha, por isso sua relação com ela não é a das melhores. Somando se ao fato de que Melissa é uma menina extremamente mimada, preconceituosa, que vive de festas em festas se embebedando, ela não é a melhor pessoa do mundo. Em uma das festas, ela viu um garoto pintando alguma coisa na calçada. Como já estava alterada, ela o xingou de vândalo e claro, arruinou o trabalho desse garoto. Ele pouco se afetou pelo acesso de raiva de Melissa, o que a deixou mais indignada ainda, mas tudo o que ela conseguiu captar da aparência dele foram seus incríveis olhos azuis e o gigante cachecol vermelho que ele usava.

[Pré-venda] A Supremacia Knight da autora Natalia Pinheiro

Onde comprar: aqui 
Outros links que você pode visitar: Facebook | Site Oficial
Sinopse: Em 2142, os seres humanos vivem em uma realidade devastada pela Terceira Guerra. Sem tecnologia, sem meios avançados de comunicação e com recursos naturais escassos. Existe, porém, uma espécie de seres vivos evoluídos biologicamente que não foi afetada por essa tragédia.
Os muthanos são pessoas geneticamente modificadas que possuem sentidos apurados, intelecto superior e, em sua maioria, superpoderes. Dados como lendas, eles vivem isolados em centros de treinamento, nos quais são capacitados para se tornarem super-heróis e protegerem os humanos.
Um destes centros abriga muthanos de todas as partes do mundo e, entre eles, estão Leslie Christie, Paisley, Brody e Charlotte, jovens com vidas interligadas e afligidas por uma mesma pessoa: King Knight.
Nos últimos anos, o mundo humano tem sido alvo de diversos ataques genocidas, a grande maioria em nome de King Knight, um vilão que tem conquistado bastante destaque devido a seu caráter destrutivo e seus planos inteligentes e complexos.
Na tentativa de salvar os humanos e suas próprias vidas, os estudantes cruzam o caminho entre King Knight e sua supremacia e acabam atraindo para si a fúria do vilão.

5 livros que você necessita conhecer

Não é segredo para ninguém que a maior vantagem em ser um devorador de livros, é que sempre podemos indicar as melhores obras a nossos amigos. Eu, particularmente, amo fazer isso com aqueles livros que me marcaram de alguma forma, ou que foram extremamente prazerosos de ler. O triste é notar que algumas dessas obras não são conhecidas nem por 1/3 dos leitores que existem aqui no Brasil. Por isso, baseado no post da Ana do blog Mademoiselle Loves Books onde ela fala sobre 7 livros que eu amo e quase ninguém conhece, eu vim apresentar cinco livros que você, caro leitor, necessita conhecer!

[Resenha] Bound by temptation, de Cora Reilly @Createspace

Título: Bound by temptation
Autor: Cora Rilley
Lançamento: 2015
Páginas: 229
Gênero: Romance
Editora: Createspace
Sinopse: Liliana Scuderi se apaixonou por Romero desde o momento em que ela o viu pela primeira vez. Depois de suas irmãs se casaram por razões táticas, ela espera ser autorizada a escolher um marido, mas quando seu pai lhe promete a um homem com mais do que o dobro de sua idade, essa esperança é esmagada. Não importa quanto ela peça, não é possível fazê-lo mudar de ideia. 
Romero sempre ignorou o flerte de Lily. A idade dela e seu estado a fizeram fora dos limites, mas mesmo alguém tão obediente como ele só tem um certo tanto de controle. Desejá-la quando ela deveria se casar com outro homem poderia significar guerra entre Nova York e o Chicago Outfit e Romero sempre colocou a Cosa Nostra em primeiro lugar. 
Lily suspeita que suas irmãs e Romero arriscariam tudo por ela, mas sua felicidade vale muito a pena? E o amor vale a pena uma guerra entre Cosa Nostra e a Outfit? 
Obs: Essa resenha pode conter spoiler dos outros livros.
Enfim trago a resenha do último livro lançado até o momento da série Born in Blood Mafia Chronicles. Já tem algum tempinho que eu venho relatando o quanto eu amei cada segundo dessa série e seus personagens, e com o livro da Liliana e o Romero não foi diferente. Desde o primeiro volume da série, Bound by Honor, temos um vislumbre da relação entre Lily, a filha mais nova dos Scuderi e Romero, homem de confiança de Luca e guarda-costas de Aria.

Sendo quatro anos mais nova que suas irmãs e ainda tendo uma mente de menina, Lily assim que pôs os olhos em Romero se apaixonou. Para chamar sua atenção, ela flertava com ele e até mesmo com os soldados de seu pai, mas Romero sempre a achou jovem demais (decerto, ela tinha 14 anos apenas) e deixou bem claro que nunca responderia a seus sentimentos.

[Resenha] Diga sim ao marquês, de Tessa Dare @Gutenberg

Título: Diga sim ao marquês
Autor: Tessa Dare
Lançamento: 2016
Páginas: 288
Gênero: Ficção / Romance / Literatura Estrangeira
Editora: Gutenberg
Sinopse: Vossa Excelência está convidada a comparecer ao romântico castelo Twill para celebrar o casamento da senhorita Clio Whitmore e… e…?
Aos 17 anos, Clio Whitmore tornou-se noiva de Piers Brandon, o elegante e refinado Marquês de Granville e um dos mais promissores diplomatas da Inglaterra. Era um sonho se tornando realidade! Ou melhor, um sonho que algum dia talvez se tornasse realidade…
Oito anos depois, ainda esperando o noivo marcar a data do casamento, Clio já tinha herdado um castelo, tinha amadurecido e não estava mais disposta a ser a piada da cidade. Basta! Ela estava decidida a romper o noivado.
Bom… Isso se Rafe Brandon, um lutador implacável e irmão mais novo de Piers, não conseguir impedi-la. Rafe, apesar de ser um dos canalhas mais notórios de Londres, prometeu ao irmão que cuidaria de tudo enquanto ele estivesse viajando a trabalho. Isso incluía não permitir que o Marquês perdesse a noiva. Por isso, está determinado a levar adiante os preparativos para o casamento, nem que ele mesmo tenha que planejar e organizar tudo.
Mas como um calejado lutador poderia convencer uma noiva desiludida a se casar? Simples: mostrando-lhe como pode ser apaixonante e divertido organizar um casamento. Assim, Rafe e Clio fazem um acordo: ele terá uma semana para convencê-la a dizer “sim” ao Marquês. Caso contrário, terá que assinar a dissolução do noivado em nome do irmão.
Agora, Rafe precisa concentrar seus punhos e sua força em flores, bolos, música, vestidos e decorações para convencer Clio de que um casamento sem amor é a escolha certa a se fazer. Mas, acima de tudo, ele precisa convencer a si mesmo de que não é ele que vai beijar aquela noiva.
Minha primeira experiência com um livro da Tessa Dare não foi tão satisfatória como gostaria, mas eis que surge Diga sim ao marquês, um livro que quebrou todas as primeiras impressões erradas que eu tive da autora. Mesmo sendo o segundo livro de uma série, você pode ler os livros separadamente porque as histórias são independentes.

Clio Withmore foi prometida em casamento ao Marquês de Granville desde seus 17 anos. O que era para ser um grande casamento, cheio de pompa e que iria cair no gosto da sociedade infelizmente ainda não aconteceu. Devido aos trabalhos diplomáticos de seu noivo, o casamento teve que ser adiado e oito anos já se passaram desde então. Clio acabou sendo vítima de chacota da sociedade e passou a ser chamada de Srta. Wait-More (Espera-mais). 

[Resenha] Dormindo com o bilionário, de Ruth Cardello @Quinta Essência

Título: Dormindo com o bilionário
Autor: Ruth Cardello
Lançamento: 2014
Páginas: 270
Gênero: Romance / Ficção / Literatura Estrangeira
Editora: Quinta Essência
Sinopse: A vida de Lil Dartley está de cabeça para baixo. Sua estável e previsível irmã, vai se casar com um influente bilionário e precisa de sua ajuda para planejar o casamento do século, em menos de um mês. Mas anos de rebelião de classe média não a prepararam para lidar com diplomatas ou paparazzi. | Jake Walton conhece um desastre assim que vê um. Lil foi um problema desde o primeiro dia em que a conheceu, mas já que sua irmã vai se casar com seu melhor amigo, ele não tem escolha a não ser ajudá-la, ou este casamento vai virar noticiário por todas as razões erradas. Ensinar Lil como se encaixar na alta sociedade seria muito mais fácil se ela não o deixasse louco, dentro e fora do quarto.
Lil sempre foi considerada a garota errada, o completo oposto de sua irmã Abby. Além de ter levado uma vida desregrada quando mais jovem, ela acabou virando mãe solteira cedo. Agora que sua irmã irá se casar com o bilionário Dominic Corisi, ela tentará ao máximo não estragar a felicidade de Abby, mas isso pode não acontecer já que uma entrevista que ela deu acidentalmente para um jornal irá ao ar, acabando com toda a privacidade do casal.

7 livros com coração na capa

Olá, como vão? Espero que tenham aproveitado o feriado! Eu fui para Minas descansar e por isso fiquei sem postar esses dias, mas hoje voltei com tudo. Pensando sobre alguns posts para trazer, eu achei legal falar sobre capas. Vocês sabem como um leitor ama uma capa! Eu já fiz um post sobre as capas com desenhos mais bonitas que eu já vi, e hoje vou falar sobre sete livros que tem coração na capa. Olha que foi difícil de escolher, mas será que você acerta as minhas escolhas?

[Resenha] O lado feio do amor, de Colleen Hoover @Galera Record

Título: O lado feio do amor
Autor: Colleen Hoover
Lançamento: 2015
Páginas: 336
Gênero: Romance / Jovem Adulto 
Editora: Galera Record
Livro primeiramente resenhado no blog Brilliant Diamond 
Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.
Tate Collins acaba de se mudar para a casa do seu irmão, Corbin, enquanto procura um novo emprego e estuda para o mestrado de enfermagem. Após chegar ao apartamento do irmão, ela vê sua entrada impedida pelo corpo de um homem que está caído em frente a porta, provavelmente bêbado. Assim que descobre que ele é Miles, amigo de Corbin, Tate não exita em ajudá-lo, mas no outro dia, acreditando que ele irá recebê-la bem por ela tê-lo ajudado, Miles a trata muito mau e agora o que ela mais quer é ficar longe do caminho dele.

Difícil isso acontecer já que Miles a todo momento está no apartamento que ela agora divide com seu irmão.  Mesmo que ele a tenha tratado mal no começo, não há como resistir aos lindos olhos azuis de Miles, e claro, seu corpo escultural.O problema é que Tate sabe o que quer dele, mas Miles faz de tudo para não deixar se envolver. Pelos sinais que ele lhe dá, ele se sente atraído por ela, mas não gosta do fato de sentir essa atração. Em meio a essas sensações, os dois acabam se beijando e fazem um acordo de apenas se envolverem sexualmente, porém com duas regras impostas por Miles: não pergunte sobre o passado e não espere um futuro.


Tag: Dias das semana em livros

Oi, como vão? Vocês sabem o quanto eu amo tags, e eu fui indicada pela Lya do blog Mente Viajante para responder essa que é bastante conhecida. Mais uma vez agradeço pela indicação. Então vamos lá com as respostas:

Domingo: Um livro que você queria que não terminasse

O quarto livro da série Born in Blood Mafia Chronicles, acabou de uma forma que me deixou ansiando por mais. Me pareceu até meio corrido o final, mas é claro que iremos ver as consequências deste livro nos próximos da série. Sem contar que estou muito ansiosa para saber mais sobre os outros membros da máfia e sobre as personagens que a autora vai abordar agora.

[Resenha] A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida, de Laura Tait & Jimmy Rice @LeYa

Título: A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida
Autor: Laura Tait & Jimmy Rice
Lançamento: 2015
Páginas: 272
Gênero: Chick-lit /Ficção / Romance / Humor
Editora: LeYa
Sinopse: Todo mundo faz planos para o futuro. Mas será que a vida sempre leva aos caminhos desejados?
Viajar pelo mundo, ter o emprego dos sonhos, um grande amor do passado. Cada um imagina que sua vida acontecerá de uma maneira diferente. Perto de completar trinta anos, Holly e Alex, que não se veem há onze anos, voltam a se encontrar por acaso.
Como o reencontro vai afetar a vida desses velhos amigos de infância?
Na adolescência a amizade escondia uma grande paixão não revelada. E que, mesmo com o passar dos anos, continuou na memória como lembrança ou arrependimento do que poderia ter sido. O que aconteceria se o destino reservasse a possibilidade de viver uma segunda chance, tanto na vida quanto no amor?
A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida tem esse gostinho de primeiro amor. Com um enredo leve, romântico e engraçado, este casal de protagonistas te conquistará logo nas primeiras páginas.
A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida é um comédia romântica baseada em livros como Simplesmente Acontece e Desde o Primeiro Instante onde retratam uma paixão que surge entre dois amigos, mas que por obra do destino ou até mesmo do acaso, eles levam um tempão incrível para conseguir revelar seus sentimentos.

A história começa em 2010 falando sobre as vidas de Holly e Alex, mostrando um pouco como cada personagem se encontra naquele momento com uma narrativa em primeira pessoa. Holly é uma secretária que tem um relacionamento escondido com seu chefe. Escondido porque de acordo com ela e "supostamente" ele, se as pessoas soubessem que secretária e chefe tem uma relação fora do ambiente de trabalho, elas perderiam o respeito das outras pessoas. Alex acabou tornando-se professor, porém nem tudo são flores e seu sonho de mudar a vida de jovens através da literatura acabou frustrando-se, sem contar que ele é péssimo em relacionamentos.

[Resenha] Bound by Hatred, de Cora Reilly @Createspace

Título: Bound by Hatred
Autor: Cora Reilly
Lançamento: 2015
Páginas: 312
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Createspace
Sinopse: Quando Gianna assistiu sua irmã Aria se casar com um homem que ela mal conhecia, ela prometeu a si mesma que não iria deixar a mesma coisa acontecer com ela.Matteo - The Blade - Vitiello pôs seus olhos em Gianna no momento em que a viu no casamento do irmão dele, Luca, e Rocco Scuderi está mais do que disposto a dar sua filha para ele, mas Gianna não tem intenção de se casar por qualquer outra razão que o amor. Poucos meses antes do casamento, Gianna escapa de seus guarda-costas e foge. Ela tem dinheiro suficiente para fugir para a Europa e começar uma nova vida. Mas ficar sem ser detectada quando uma multidão está procurando por ela é um desafio que leva tudo, especialmente quando um dos seus melhores caçadores e assassinos está atrás dela: Matteo Vitiello.Depois de seis meses em fuga, Gianna finalmente se estabelece em uma rotina provisória em Munique, mas, em seguida, Matteo e um par de soldados de seu pai a encontra com outro homem.Apesar de sua suplica, eles matam seu namorado, e Gianna é forçada a se casar com Matteo. Suas emoções oscilam entre a culpa por ter arrastado um inocente em seu mundo e ódio contra Matteo, Gianna está determinada a fazer vida um inferno para o seu marido. Mas Matteo é um mestre em jogos de mente e sua luta pelo poder logo se transforma em noites movidas a ódio de paixão.
Gianna é a filha problema da família Scuderi. Ela é a única que nunca quis fazer parte da máfia e sempre sonhou em levar uma vida normal longe da violência e do machismo que a máfia agrega. Assim que soube que sua irmã Aria iria se casar contra sua vontade, Gianna jurou a si mesma que com ela seria diferente, ela escolheria seu marido. Mas seu pai lhe dá uma rasteira assim que promete a mão da filha para Matteo Vitiello, irmão de Luca, o marido de sua irmã.

Matteo se encantou pelos cabelos ruivos e pela beleza de Gianna assim que a viu pela primeira vez. Sua língua afiada e suas respostas sarcásticas o atraíam em direção a ela, e disposto a tirar o sorrisinho de satisfação da cara dela toda vez que ela lhe dá uma má resposta, ele a pede em casamento para seu pai. Mas será que casar Gianna contra sua vontade será tão fácil assim?

[Resenha] Maybe Not (Talvez não), de Colleen Hoover @Atria Books

Título: Maybe not (Talvez não)
Autor: Colleen Hoover
Lançamento: 2015
Páginas: 112
Gênero: Jovem Adulto / Romance / Chick-lit / Ficção / Literatura Estrangeira
Editora: Atria Books
Sinopse: Quando Warren tem a oportunidade de viver com uma mulher como companheira de quarto, ele instantaneamente concorda. Poderia ser uma mudança emocionante. Ou talvez não. Especialmente quando essa companheira de quarto é a fria e aparentemente calculista Bridgette. As tensões estão altas e os ânimos se exaltam conforme os dois quase não aguentam ficar juntos na mesma sala. Mas Warren tem uma teoria sobre Bridgette: quem pode odiar com tanta paixão também deve ter a capacidade de amar, com tanta paixão. E ele quer ser o único a testar essa teoria. Bridgette encontrará isso em si mesma para aquecer o seu coração para Warren e finalmente aprender a amar? Talvez. Talvez não.
Quem já leu Talvez um Dia, da autora Colleen Hoover, sabe o quanto Bridgette pode ser um carrasco quando quer. A mocinha trata todos da maneira mais rude possível, sem motivo algum aparentemente. Depois do sucesso desse primeiro livro, Colleen nos presenteia com um spin-off de pouquíssimas páginas sobre o relacionamento de Warren e Bridgette.

Warren é o melhor amigo de Ridge, e juntos dividem um apartamento já que ele é o "empresário" da banda de Ridge. Seus dias são normais, calmos e sem graça até que ele encontra uma mulher dentro de seu banheiro tomando banho. O que diabos ela estaria fazendo ali? Warren então conhece Bridgette, a nova moradora de um dos quartos do apartamento. Warren surta no começo porque não quer dividir sua casa com uma mulher mas depois que olha para Bridgette duas vezes (e repara em seu corpo), ele percebe que talvez ter uma colega de quarto não seja tão ruim, não fosse por Bridette tratá-lo como se o odiasse.

As melhores personagens femininas de 2016!

O ano ainda não acabou, mas 2016 já está de parabéns. Além de poder ter lido diversos livros encantadores, teve personagens que simplesmente me encantaram de uma forma completamente especial. E esse post especial é justamente para falar sobre as personagens femininas, que ainda conseguem estar no topo dos personagens centrais dos livros. Gente, eu li muita coisa, em média são 12 livros por mês então tem livro pra caramba e escolher somente cinco personagens foi difícil, mas tenho certeza que as escolhi bem e por diversos motivos. Vamos conhecê-las?

[Resenha] O desafio, de Rachel Van Dyken @Suma de letras

Título: O Desafio
Autor: Rachel Van Dyken
Lançamento: 2015
Páginas: 360
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
Editora: Suma de Letras
Sinopse: Como vai? Quer dizer, faz tanto tempo!”
Na verdade, fazia onze meses, uma semana e cinco dias. Mas quem é que estava contando? Não ela.
Jake Titus é rico demais, bonito demais e arrogante demais: qualidades que, anos antes, fizeram Char Lynn viver com ele a melhor noite de sua vida — e em seguida a pior manhã, quando ele a dispensou. Agora terão que se reencontrar no casamento de Kacey, a melhor amiga dos dois. Seria uma situação estranha, mas suportável... Se vovó Nadine não tivesse sido desafiada a uni-los.
Como padrinho e dama de honra dos noivos, Jake e Char têm que passar cada vez mais tempo juntos. Ele é um galinha mimado, e ela é uma garota maluca. Então por que não conseguem resistir um ao outro? 
Quando Jake para de se comportar como um babaca e começa a agir como o homem que Char sempre teve esperança de que ele pudesse ser, fica cada vez mais difícil lembrar que ele já a magoou. E agora Jake vê nela tudo que sempre quis — só precisa fazer Char acreditar nisso.
O desafio é a continuação de A aposta, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken.
Faz muito tempo que não me divirto tanto lendo um livro! Sério, vocês precisam conhecer a vovó Nadine! Quem já leu os livros dessa série, sabe exatamente do que estou falando. Esse livro é o segundo volume da série A Aposta, mas como eu não sabia disso, eu acabei lendo esse e o terceiro, ou seja, pulei o primeiro. Mas eu indico que você leia todos na ordem porque alguns acontecimentos do segundo se devem ao primeiro livro, e eu acabei não entendo algumas coisas por isso (mas no final tudo ficou claro!).

Char desde criança nutriu uma paixão por Jake Titus, mas ele como um garoto cheio de hormônios e bonito que era, ficava com várias garotas na frente dela. Desiludida, Char cresceu achando Jake um babaca por não notá-la, até que em um encontro anos mais tarde muda isso e induzidos pelo álcool, Char acaba dormindo com Jake. O problema é que no dia seguinte Jake vai embora deixando apenas um bilhete de agradecimento pela noite.

Os queridinhos da Bienal! (Dessa vez minha mãe que pagou)

A Bienal de Brasília aconteceu na semana do dia 21 de Outubro até o dia 30 e veio com diversas propostas bem legais para incentivar a leitura. Algumas pessoas sabem o sufoco que passei no segundo dia que fui lá. COMPREI MAIS DO QUE DEVERIA, mesmo os preços estando bem acessíveis. Pois é, esse mês vai ser mais complicado pagar algumas outras coisinhas mas eu faço o que posso.

Depois do desespero que passei, minha tia e minha mãe resolveram que queriam visitar a Bienal para comprar algumas Bíblias e fomos no sábado e domingo para conferir os lançamentos. Como forma de me adular (até porque ela ainda não sabe que eu gastei um tantão de dinheiro comprando os oito livros antes), minha mãe resolveu me abençoar com três livros e minha tia com dois. Então vou mostrá-los quais foram os que escolhi e também vou mostrar um bônus que acabei levando para casa também.
Rainha de Copas foi um livro que me chamou atenção pela capa. Quando li a sinopse, fiquei curiosa porque é a primeira vez que vejo uma história dar enfoque na vida da vilã (mesmo ela não sendo tão vilã assim). Alguém ai já leu?
Não sei muito bem o que esperar de Minha vez de brilhar, mas sei que se trata de um young adult. Comprei mais precisamente porque estava com pressa para ir embora e como ele tem capa dura, eu fiquei interessada. Problemas à Vista foi mais um livro da Rachel que eu nem conhecia, e eu já li e já amei! Ele parece muito com Vai Sonhando! da Megan Maxwell, mas diferentemente dele, eu gostei mil vezes mais desse livro. Rachel aborda bastante os pensamentos, sentimentos e aspirações dos personagens e assim podemos conhecê-los melhor.
Desde que vi uma resenha muito positiva sobre esse livro, eu coloquei ele na minha lista. Confesso que eu esqueci dele, mas encontrei ele por acaso enquanto procurava outro livro e resolvi levá-lo. Fiquei rindo só da capa e da diagramação, será que vou rir com a escrita dele?
Eu também estava procurando outro livro para levar quando avistei esse na mesma estante, e até bem barato para um recém-lançamento, por isso não exitei em levar. Até porque a capa é maravilhosa!!!

BONUS***: E por fim, eu levei pra casa uma coleção da série Diário de um Banana até o vol. 8, e até um outro volume fora do box. Tecnicamente essa coleção não é minha, minha mãe comprou para minha irmã caçula, mas como eu sou da família (e tudo o que é delas, é MEU!), eu adotei os livros também haha. O preço estava bem bacana e por isso minha mãe resolveu levar. Acho que valeu muito a pena.
Esses são os novos queridinhos da minha estante comprados na Bienal! Gostaram? Já leram algum? Deixe nos comentários sua opinião.


[Resenha] A playlist da minha vida, de Leila Sales @Globo Livros

Título: A playlist da minha vida
Autor: Leila Sales
Lançamento: 2014
Páginas: 312
Gênero: Jovem Adulto
Editora: Globo Livros
Sinopse: Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop, único território em que Elise se sente confortável e confiante.
Diante de seu desajuste em relação à maioria, a adolescente tenta de tudo – inclusive a mais radical das saídas, felizmente sem sucesso. No auge de seu solitário desespero, o acaso a leva até a porta de uma balada noturna, via de acesso para um mundo completamente novo, cheio de som e diversão, no qual sua veneração por música funciona como senha para inclusão em um inédito círculo de amizades.
As festas noturnas do Start – o melhor clube underground do mundo – tornam-se o lugar onde a felicidade, a aceitação social e até o amor são possíveis para Elise. Não demora muito para que um misterioso bullying eletrônico e a habilidade da garota como DJ coloquem em confronto este universo com a dura realidade cotidiana.
A playlist da minha vida é uma vibrante fábula pop que lida com temas recorrentes nas obras contemporâneas para jovens: exclusão, invasão de privacidade, resgate de autoestima e muita trilha sonora. Escrito pela americana Leila Sales, o livro se ambienta em dois cenários: o escolar, com sua dinâmica de poder juvenil baseada em “popularidade”, e o da cena noturna, em que adolescentes ensaiam seus primeiros voos para uma existência adulta.
Elise Dembowski quer mudar sua vida já que nunca foi popular e nunca teve amigos de verdade, por isso, ela resolve cortar seus pulsos e fingir um suicídio e acaba ligando para uma colega de classe. Ao invés de conseguir a amizade com a tal colega, após esse episódio, ela acabou ganhando pais preocupados com tudo o que ela faz. Sem mais opções, ela começa a caminhar de noite para se acalmar e em uma dessas noites, ela conhece duas meninas chamadas Pippa e Vicky, e juntas a levam para a maravilhosa boate Scar.

Na Scar tudo é completamente diferente. Ali ninguém a conhece, mas a tratam como uma igual e assim, Elise vai todas as quintas-feiras para a tal boate se divertir, enfim se sentindo parte de um grupo. São nessas noites que ela descobre sua verdadeira aptidão: a música. Fazendo alguns trabalhos com o DJ da noite, Char, ela vai fazendo playlists e sets de músicas. Elise também vai descobrir sobre si mesma, sexualidade e amizade.

[Resumo do mês] Livros lidos em Outubro/2016

Olá, como vão? Eu não canso de dizer que o ano está simplesmente correndo! Já chegamos a novembro e já já estamos comemorando Natal e em seguida Ano Novo. Parece que o tempo está passando por nossas mãos tão rápido que eu não consegui cumprir nada daquilo que queria fazer este ano. Mas mesmo assim. acredito que Outubro foi o mês que mais passou lentamente (na minha cabeça!). Deve ser também porque tive que fazer muitas apresentações, provas, aniversários e festas, então eu não parei quieta.

O post mais acessado com mais views (contando com 173) foi minha crítica ao livro A Bibliotecária, o qual infelizmente não consegui terminar. O post tem 18 comentários, e o segundo foi o resumo do mês de setembro, com 173 viwes também e 14 comentários. 

E mesmo fazendo tantas coisas esse mês, meu ritmo de leitura não parou e eu consegui finalizar esse mês com 13 leituras. Os livros são maravilhosos por sinal! As demais resenhas você encontra abaixo.