Facebook

Tag: Viciado em séries, opa... livros!

Oi gente, como vão? Eu sou apaixonada por tags e acho-as muito divertidas, então gostei muito quando a Cássia, do blog About Books and More me indicou esta para responder. Como podem ver, a tag tinha a ver com séries mas como eu tenho relação de amor e ódio com elas e provavelmente não conseguiria responder nem metade das perguntas, resolvi adaptá-las para livros. Sendo assim, vamos começar?

A fúria e a aurora - Renée Ahdieh | Resenha

Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.
Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.
Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

Ficção | 336 páginas | Editora Globo Alt | Skoob | Meu Skoob

A cada aurora que surge, uma esposa de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, morre. Ele as mata degoladas assim que o sol surge, dando a todas um destino frio e cruel. Ninguém sabe o porquê dele fazer isso, mas aos poucos, aqueles que moram em Khorasan vão criando mais ódio em seu coração ao ver tantas jovens inocentes morrerem sem motivo.

Sherazade será a próxima. Diferentemente das outras noivas que foram escolhidas por acaso, ela mesmo se candidata para ser esposa do califa, para vingar a morte de sua amiga Shiva, uma das esposas do homem terrível que a matou. Tudo o que Shazi tem em seu coração é ódio, mas para conseguir completar sua vingança, terá que sobreviver a cada aurora. E ela fará isso contando histórias a Khalid, incitando sua curiosidade, e parando-a nas partes mais importantes, assim ele teria que esperar outro dia para terminar de ouvir, e somente então matá-la.

Batalha de capas: A fúria e a aurora

Oi, como vão? Pela primeira vez eu resolvi fazer uma Batalha de Capas aqui no blog. Vocês já devem estar familiarizados com isso já que muitos blogs também o fazem, mas eu peguei a inspiração do blog Lendo e Apreciando, e achei muito bacana fazer também. Para o primeiro post sobre as capas, eu escolhi o livro A fúria e a aurora porque li recentemente e amei, além dele ser mundialmente conhecido.

1 ano do blog Leitora Encantada + resultado do sorteio!

Como alguns de vocês já sabem, hoje dia 14 de Março, o blog Leitora Encantada completa um ano de existência! É difícil expôr em palavras o quanto estou feliz com esse avanço que eu dei. Blogar não somente se tornou um hobbie, mas um estilo de vida. Hoje eu anseio por conversar com vocês, fazer as resenhas do livro e mostrar minha opinião acerca de alguma coisa. Quantas vezes sentimos necessidade de conversar sobre algo que nos agrada mas não temos ninguém para conversar? Vocês foram as pessoas que me fizeram perceber que eu posso ser eu mesma aqui, me abrir de uma maneira que normalmente não faria, pois tem pessoas que me aceitam como sou e até me entendem.

O Leitora Encantada passou por muitos percalços, mas garanto que este ano que se completa só fará com que eu queira que o blog cresça cada vez mais. É através de vocês que consigo forças e inspiração para escrever cada post postado aqui e muito obrigada por isso, porque sem o apoio de vocês, com certeza nunca teremos chegado até hoje onde nós estamos. 
Então vamos relembrar algumas coisinhas que aconteceram neste um ano?

Os posts mais acessados: 
1. 10 livros para ler em 2017!: uma das incontáveis listinhas que eu fiz de livros para ler neste ano.
3. Livros que todo mundo leu, exceto eu: outra listinha sobre eu ir contra a maré
4. 10 livros que comecei e não terminei: uma lista com livros que entraram para a fila da preguiça

Os posts que eu acho que vocês deveriam ler:
1. Como comprar livros e saber que ele é o certo?: Umas dicas básicas para você comprar livros e  não se arrepender
2. Resenha do livro Raio de Sol: porque quero que vocês sintam tudo o que eu senti ao ler esse livro.
3. Afinal, plágio é crime ou não?: um desabafo que fiz sobre o assunto, que por sinal me fez receber muito o apoio de vocês
4. 8 blogs que você precisa conhecer: dicas de oito blos que eu estou seguindo e amando neste último mês
5. Vamos falar de sick-lit?: um post onde discuto sobre o gênero que é tão pouco conhecido e dou dicas de livros para vocês

Mais uma vez agradeço a todos o carinho especial para com o blog. Desde aqueles que nos visitaram pela primeira vez, ou que vem acompanhando o crescimento aos poucos dele. A quem fez os incontáveis layouts do blog e fez possível um sonho se realizar. E principalmente a minha família e meus amigos que me apoiaram nessa ideia louca de começar a escrever e a postar, além de sempre me ajudarem comentando ou dando opinião sobre algum post que eu quero publicar por aqui. E claro, as minhas irmãs, Jéssica e Ana Vitória, que sempre me ajudaram com opiniões sobre os layouts e deram dicas de posts sendo minhas primeiras seguidoras, ao Douglas, meu amigão que passou a me chamar de Leitora Encantada em nossas conversas, me dando a ideia para o nome do blog, e ao Pablo, uma pessoa especial para mim que vem sempre me apoiando, dando dicas e me incentivando durante esse um ano que se passou.

E antes que eu me esqueça, o resultado do sorteio dos livros já está disponível. Parabéns a ganhadora e muito obrigada todos que participaram!

a Rafflecopter giveaway

[Resenha] O retorno de Izabel - J. A. Redmerski

Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então, não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem.

Crime, suspense, romance | 232 páginas | Editora Suma de Letras | Este livro pode conter spoiler do primeiro volume da série 

Acho que vocês perceberam o quanto eu amei o primeiro livro da série Na Companhia de Assassinos, quem ainda não leu a resenha, você pode encontrá-la aqui. O segundo volume com certeza é mais recheado de cenas agoniantes e eletrizantes, sem contar que há um plot twist tão grande que o leitor fica de cara passada, ao menos eu fiquei. Infelizmente é impossível falar sobre esse livro sem acabar revelando acontecimentos do livro anterior, então atente-se a isso, e se você não quer encontrar spoiler, sugiro que pare de ler agora.

Primeiramente, vamos relembrar um pouco o que aconteceu no livro anterior. Sarai enfim conseguiu fugir da "fortaleza" de um dos chefes do narcotráfico onde acabou passando nove anos de sua vida. Ela não teria conseguido sem a ajuda de Victor Faust, um assassino que trabalha para a Ordem, uma das maiores agências secretas do mundo. Após ter sofrido perseguições por estar com Victor e acabar matando Javier, o homem que a manteve presa durante esses anos, Sarai percebe que essa não será sua primeira morte. Agora ela quer vingança e quer que Victor a ajude treinando-a, coisa que ele se recusa.

“... Não é só trabalho Sarai. As pessoas em geral não são confiáveis, especialmente na minha profissão, na qual confiança é tão rara que não vale a pena perder tempo e esforço procurando por ela.”