31 março 2017

Fator Nerd Vol. 2: Missão Improvável - Andy Robb | Resenha

O primeiro amor e toda a falta de habilidade do contato de um adolescente nerd com as garotas.
Sim, quando se é um nerd, a vida tem um ritmo todo próprio. Quando se é um nerd apaixonado, então... Archie ainda não esqueceu Sarah. A menina é seu preciossssso Um Anel. Atraído para ela como um Gollum repugnante, ele tem zero força de vontade. Como se não bastasse, é só chegar perto da linda gótica para que as pernas do garoto enfraqueçam, o coração acelere e o suor invada seu rosto. Mais ou menos a mesma reação ao berro de um Nazgûl. Um pavor insano invade o coração do mais corajoso dos homens. Tudo bem, pelo menos seu Monólogo Interior o repreende e tenta mantê-lo na linha. Claro que é uma batalha perdida. Mais ou menos como enfrentar o Hulk sem um Mjolnir. Ou o Duende Verde sem fluido de teia. Boa sorte com isso!
Sem saber como se comportar perto de Sarah ele decide entrar na cabine de Dr. Who mais próxima e sumir. Afinal, um fim de semana de RPG, com direito a orelhas de elfo e espadas de espuma, se aproxima.
Com a ajuda de Clare, uma menina com ideias muito próprias, Archie acredita ter encontrado a solução para conseguir conquistar a eterna amada Sarah: Cíumes. Afinal, no cinema isso sempre funciona. Mas essa pequena mentirinha cria uma série de mal-entendidos, nem sempre divertidos.

Infanto-juvenil | 304 páginas | Editora Galera Record | Essa resenha contém spoilers do primeiro volume

Com todo o Fator Nerd dentro do seu sangue, uma feira de jogos vai acontecer e Archie não poderia ficar mais feliz. Lá ele e seus amigos poderão se fantasiar de personagens e viver uma experiência incrível durante o evento. Enquanto isso, Archie precisa esquecer seus sentimentos por Sarah se quer que sua amizade com ela volte ao normal, já que desde que se declarou para a moça e ela o ter rejeitado, ele não tem coragem de falar com ela.

“Alguns nascem Nerds, outros se tornam Nerds. E alguns têm o Fator Nerd imposto a eles.”

Porém, assim que percebe que o menino mais bonito da escola está dando em cima de sua "garota", Archie não se aguenta de ciúme. Com a ajuda de uma menina que acabou de conhecer em uma viagem até a casa de seu pai, Clare, ele vai tentar conquistar o amor de Sarah de vez. Mas as mentiras que Archie contou para que isso aconteça, ameaça separar seus melhores amigos e destruir tudo aquilo que ele construiu.

Compartilhe:

30 março 2017

Três coisas que odeio no gênero romance

Romance faz sucesso aqui até a China, disso ninguém discorda. Eu sou uma daquelas leitoras apaixonadas nos clichês e raramente me decepciono com esta fórmula que os autores usam e abusam. Mas infelizmente, o gênero romance chegou ao seu ápice e muitas coisas nos enredos ficaram extremamente forçadas. É como se o autor quisesse enfiar goela abaixo aquela história nada promissora no leitor. E confesso, de uns anos para cá, tenho evoluído mais ainda meus gostos e ficando um pouco azeda para algumas coisas que vejo muito nesse gênero, e justamente neste post, vim citar três coisas que eu odeio em romances.

Compartilhe:

29 março 2017

Uma razão para respirar - Rebecca Donovan | Resenha

Na cidade de Weslyn, Connecticut, onda a maioria das pessoas se preocupa em ver e ser vista, Emma Thomas preferia não ser percebida de forma alguma. Ela está mais preocupada em fingir perfeição enquanto puxa as mangas da blusa para baixo para esconder as marcas roxas, não querendo que ninguém perceba quão longe da perfeição ela realmente está. Sem esperar, ela encontra o amor. O amor a desafia a reconhecer seu valor, mas correndo o risco de revelar o terrível segredo que esconde.O livro "Uma razão para respirar" é eletrizante da primeira à última página; uma história ímpar sobre mudança, crueldade inesperada e uma garota se agarrando à frágil esperança.
Uma Razão para respirar não é só um romance é um livro que aborda a violência doméstica e todos os dilemas que as crianças e adolescentes que passam por isso precisam enfrentar. A personagem principal vive esta realidade e tenta tornar-se invisível para que as pessoas a sua volta não a percebam. E por meio da amizade e amor ela tenta superar cada dia doloroso até que consiga escapar desta rotina.

Ficção, new adult | 496 páginas | Editora Pandorga 

Emma Thomas esconde um segredo. Desde que passou a morar na casa de seus tios, George e Carol, há quatro anos atrás, ela vem sofrendo violência doméstica por parte da tia, que a agride sem motivo algum aparente. Emma entende que Carol simplesmente deve odiá-la ou que a mulher sofre de algum sério problema psicológico, mas mesmo que sua melhor e única amiga Sarah fique revoltada com as marcas da crueldade dela e peça que a denuncie, Emma já deixou claro que não fará isso. Tudo o que ela precisa é aguentar mais um pouco até que possa ir para a faculdade de Stanford, onde lá poderá ser uma garota normal.

“Ninguém nunca tentou se envolver comigo e me mantive sozinha. E assim as coisas deveriam se manter: seguras e simples. Como Evan Mathews conseguiu revirar completamente minha plana existência em apenas um dia?”

Sendo uma aluna muito aplicada e tendo todos seus horários livres ocupados, Emma participa do time de futebol e basquete, mas mesmo assim, quase não deixa ninguém se aproximar dela a não ser Sarah. Entretanto, Evan surge na escola para desconcertar cada vez mais a garota, mostrando um interesse especial nela. Ele além de lindo e charmoso, é perigoso pois ameaça descobrir o terrível segredo de Emma e ela fará de tudo para que isso não aconteça.

Compartilhe:

28 março 2017

Livros baseados em contos de fadas

O amor é lindo demais e por isso ele é tão retratado em novelas, filmes, livros, peças e várias outras coisas. Para quem cresceu assistindo os filmes da Disney, sabe que a empresa presa pelo "Felizes para sempre" e a cada ano traz um novo romance cheio de floreios e clichês, para encantar o coração daqueles que ainda acreditam em contos de fadas. Eu sou uma dessas e era apaixonada pelas princesas da Disney, e confesso que até hoje sou assim. Por fora eu sou bruta mas por dentro eu sou um amorzinho ❤

Como vocês sabem, A Bela e a Fera (título original Beauty and the Beast), sucesso dos anos 90 virou live-action nesse mês de Março e está fazendo o maior estardalhaço nos fãs da obra. Quem assistiu como eu, sabe que a obra está maravilhosamente bem executada e perfeita, mas hoje vim falar sobre alguns livros baseados nos contos de fadas que conhecemos desde criança, que ainda passarão por muitas gerações adiante, e se você conhece alguns também, não esqueça de indica-los para a gente!

Compartilhe:

27 março 2017

Juntando os pedaços - Jennifer Niven | Resenha

Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

Jovem Adulto, ficção, romance | 392 páginas | Editora Seguinte 

Libby Strout já foi conhecida por ser a Adolescente Mais Gorda dos Estados Unidos, e esse nome ficou marcado depois do episódio onde ela teve que ser resgatada de casa com a ajuda de um guindaste. Depois que sua mãe faleceu, Libby procurou descontar sua perda e frustração na comida, fazendo a pesar quase 300 kg, isso aos 13 anos de idade. Agora que perdeu boa parte do peso, ela terá que voltar a escola para cursar o ensino médio, o que aterroriza a garota. Será que as pessoas que estudaram com ela na infância conseguirão se lembrar dela? E se ela acabar sendo uma excluída, e pior, for alvo de bullying?

A vida dela acaba esbarrando com a de Jack Masselin, um garoto popular que estuda na mesma escola de Libby. O que ninguém sabe é que Jack tem prosopagnosia - doença que impede que a pessoa reconheça rostos, até mesmo das pessoas que ama -, e assim, Jack precisa definir identificadores para descobrir quem são as pessoas, como acessórios, cabelo, modo de andar e etc. Por medo de ser considerado estranho, Jack nunca confessou a ninguém que tem a doença, e tem medo de que sua vida social acabe se alguém descobrir. 
Foto por Leitora Encantada

Compartilhe:

26 março 2017

Livros adquiridos do mês de Março

Oi, gente, como vão? Mês de Março passou voando! É trabalho da faculdade, provas, aulas de direção e tanta coisa, mesmo assim, achei tempo para ler e para comprar livros! Para quem não sabe, acho que o mês de março foi o mês que mais investi em obras, justamente pelas incontáveis promoções que descobri em alguns sites e até mesmo em lojas. Por isso, vim mostrar a vocês quais foram os livros que comprei e ganhei neste mês, então sim, vai ter muita foto! Será que vocês conseguem adivinhar quais foram os livros da vez?

Compartilhe:

24 março 2017

Músicas que descobri recentemente e já amo

Todo mundo concorda que música é muito vida, né? Ultimamente tenho estado na correria e nunca consigo ver o que tem sido lançado, quais são as bandas novas e as músicas da atualidade. Para minha sorte eu tenho duas irmãs que são ligadonas em músicas, e elas sempre acabam me mostrando coisas novas e diferentes, entre elas algumas musiquinhas que não conseguem sair da minha cabeça. Por isso, vim indicar e falar sobre algumas canções que descobri recentemente e que não parei de ouvir.

Não sei se vocês conhecem essa música, mas ela sempre me deu a impressão que é daquelas que vemos na trilha sonora de alguma novela. Minha irmã de 12 anos que ficava escutando umas trocentas vezes, e eu resolvi ouvir e gostei muito! Ela tem um comecinho que eu amo, como se fosse uma música bem antiga. Se não ouviu, conheça a Mapei e se encante por essa voz maravilhosa!

Compartilhe:

23 março 2017

Princesa de papel - Erin Watt | Resenha

O primeiro livro da série The Royals, a nova sensação new adult dos EUA. Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo. 

Jovem Adulto | 368 páginas | Editora Essência 

Sabe quando você termina uma leitura sem saber exatamente se gostou ou não dela? Princesa de Papel me fez sentir exatamente isso. Quero tentar expressar melhor tudo o que senti enquanto mergulhava na leitura, mas me desculpem se caso vocês não conseguirem entender muito o que vou falar.

Ella Harper está passando por maus bocados. Desde que perdeu a mãe para o câncer, o único parente vivo que conheceu, ela precisa se sustentar sozinha e economizar bastante para conseguir chegar viva a faculdade. É quando a visita inesperada de Callum Royal muda sua vida. Ele diz ser um amigo de seu falecido pai, e em promessa a ele, Callum se tornaria o tutor legal de Ella, ajudando-a a ter um futuro melhor e quem sabe uma herança também já que ambos são muito ricos. Tudo o que ela precisava era ficar na casa dos Royals até ir para a faculdade e conviver com os cinco filhos de Callum: Gideon, Reed, Easton, Swayer e Sebastian.

Compartilhe:

22 março 2017

O cisne e o chacal - J. A. Redmerski | Resenha

Fredrik Gustavsson nunca considerou a possibilidade de se apaixonar certamente nenhuma mulher entenderia seu estilo de vida sombrio e sangrento. Até que encontra Seraphina, uma mulher tão perversa e sedenta de sangue quanto ele. Eles passam dois anos juntos, em uma relação obscura e cheia de luxúria. Então Seraphina desaparece. Seis anos depois, Fredrik ainda tenta descobrir onde está a mulher que virou seu mundo de cabeça para baixo. Quando está próximo de descobrir seu paradeiro, ele conhece Cassia, a única pessoa capaz de lhe dar a informação que tanto deseja. Mas Cassia está ferida após escapar de um incêndio, e não se lembra de nada. Fredrik não tem escolha a não ser manter a mulher por perto, porém, depois de um ano convivendo com seu jeito delicado e piedoso, ele se descobre em uma batalha interna entre o que sente por Seraphina e o que sente por Cassia. Porque ele sabe que, para manter o amor de uma, a outra deve morrer.

Suspense, mistério | 248 páginas | Editora Suma de Letras | Este livro não contém spoilers do outros volumes da série

Em O retorno de Izabel, um assassino sueco chamado Fredrik é introduzido para a organização secreta criada por Victor Faust. Tendo passado nos testes de confiança, ele agora faz parte permanente do corpo de assassinos, até que sua lealdade seja contestada outra vez. Neste volume, descobriremos mais sobre a vida de Fredrik, também conhecido como Chacal. Se você não leu os outros livros da série, você pode ler este separadamente, mas sugiro que leia os livros na ordem, assim você pode entender melhor a personalidade de Fredrik.

Fredrik foi casado secretamente com Seraphina por dois anos e ambos trabalhavam juntos na Ordem. Tendo uma infância cruel, sua raiva era incontrolável enquanto era mais novo, porém, após descobrir o amor em Seraphina, ela mostra a ele que ele pode extravasar sua ira de outras maneiras. O amor dos dois é doentio. Ambos são assassinos e fazem coisas cruéis, mas o fato é que eles se amam e querem estar juntos. Até o terrível acontecer. Seraphina traí a Ordem e consequentemente, trai Fredrik. E assim, se passaram seis anos. Seraphina até hoje está desaparecida, e Frederik pretende ser o único a encontrá-la, e assim matá-la.

Compartilhe:

21 março 2017

TAG: Sim, sou blogueira!

Oi, gente! Dia 20/03 foi o Dia do Blogueiro, e eu fiquei muito feliz em saber que tinha sim um dia especial para a gente. Quem é blogueiro sabe o quanto é difícil trazer conteúdo diferente e inovador todos os dias para o blog, então é sempre bom saber que há pessoas que reconhecem o nosso esforço e se encanta com ele. Essa tag eu encontrei no blog Ei Nati e consiste em responder dez perguntas relacionadas ao blog para comemorar a data. Se você quiser fazer, fique à vontade!

1- Por que e quando criou seu blog?
Eu queria ter algo para fazer enquanto estivesse no trabalho já que boa parte dos sites tinham acesso restrito, então depois que entrei em um blog para ler algumas resenhas de livros que queria ler, tive a brilhante ideia que escreveria um blog. Não lembro realmente quando criei meu primeiro blog, mas seis meses depois eu o excluí, porque a ideia acabou perdendo o impacto que teve e eu desanimei. Três meses depois, senti aquela vontade louca de reerguer o blog e assim nasceu o Leitora Encantada, no dia 14 de março de 2016.

2- Quais os principais assuntos do seu blog?
Além do óbvio que seria o universo literário - resenhas, divulgações, tags e afins -, eu resolvi falar também de séries e filmes e até mesmo um pouquinho sobre mim. Eu sempre tento trazer coisas diferentes e novas, mas confesso que tenho receio de acabar fugindo um pouco do teor do blog.

Compartilhe:

Os melhores vilões literários

Toda história tem seu antagonista e é sempre comum a gente odiar eles porque eles são tão chatos e insuportáveis que tudo o que queremos é que morram! Eu sou dessas. Se eu pego um personagem que não gosto, fico orando para que ela tenha um final trágico MWAHAHAHA. Maldades a parte, sabemos que um vilão é bom quando a gente simplesmente o odeia, porque esse é o papel dele, além disso, há aqueles que mesmo com o coração 100% maldoso, a gente consegue se identificar com suas histórias de vida e os motivos que o tornaram a ser assim. Por isso, no post de hoje, vou apresentar a vocês cinco vilões literários que na minha mente são os melhores de todos os tempos! Alguns são meio óbvios, mas os outros eu quero ver você acertar, beleza?

Compartilhe:

20 março 2017

A chama dentro de nós - Brittainy C. Cherry | Resenha

Logan Silverstone e Alyssa Walters não têm nada em comum. Ele passa os dias contando centavos para pagar o aluguel, sofrendo com a rejeição dos pais e tentando encontrar um rumo para sua vida caótica. Ela, por outro lado, parece ter um futuro brilhante pela frente. Um dia, porém, um simples gesto dá origem a uma improvável amizade. Ao longo dos anos, o sentimento que os une se transforma em algo até então desconhecido para os dois. Alyssa e Logan não conseguem resistir à atração que sempre sentiram um pelo outro e finalmente descobrem o amor. Mas uma tragédia promete separá-los para sempre. Ou pelo menos é isso que eles pensam. Seriam as reviravoltas do destino e as feridas do coração capazes de apagar para sempre a chama que há dentro deles

Romance | 350 páginas | Editora Record 

Logan Silverstone e Alyssa Walters se conheceram no caixa de um supermercado. Logan era reservado, vinha de uma família pobre e tinha seus próprios demônios para enfrentar. Alyssa era filha de uma renomada advogada, tinha dinheiro e não precisava se preocupar com que o futuro lhe reservava. Eles não tinham nada comum, exceto o amor não correspondido dos pais. E assim, os dois acabaram criando uma incrível, porém estranha, amizade.

Alyssa tinha que lidar com o abandono do pai, aquele que a incentivou a gostar de música e a tocar, e que hoje não lhe reserva nenhum momento de sua vida para a filha. Já Logan tem que lidar com uma mãe viciada, um pai traficante abusivo e seu próprio vício em drogas. Somente Alyssa e seu irmão mais velho, Kellan, podiam fazer com que a chama que aquecia a vida de Logan nunca se apagasse. 

Compartilhe:

19 março 2017

#STAG Aquela história: O dia que Deus me abençoou com uma vaga na UnB

É engraçado como um simples tema te faz pensar... Fui indicada pela Clara do blog Próxima Primavera a responder uma tag chamada Aquela História. Não sei se entendi bem, mas pelo que pude ver, temos que fazer um post falando sobre uma história que seja memorável em nossas vidas. Eu fiquei bem pensativa sobre o que eu poderia falar. Podia ser sobre a primeira vez que me batizei, sobre a perda da minha avó ou mesmo meu primeiro amor, mas queria trazer algo diferente, um acontecimento que me fez subir aos céus e agradecer muito a Deus, por isso resolvi falar sobre quando descobri ter passado em uma Universidade Federal. 

Quem vive em Brasília há algum tempo deve conhecer o PAS: Programa de Avaliação Seriada. Esse projeto do governo se consiste em fazer três provas ao longo do Ensino Médio, e assim concorrer a uma vaga na Universidade de Brasília. Eu não pude fazer a prova do primeiro ano porque não tinha documento de identidade, então minhas esperanças de conseguir passar ficaram escassas, mesmo assim resolvi fazer as outras duas provas.

Compartilhe:

17 março 2017

Tag: Viciado em séries, opa... livros!

Oi gente, como vão? Eu sou apaixonada por tags e acho-as muito divertidas, então gostei muito quando a Cássia, do blog About Books and More me indicou esta para responder. Como podem ver, a tag tinha a ver com séries mas como eu tenho relação de amor e ódio com elas e provavelmente não conseguiria responder nem metade das perguntas, resolvi adaptá-las para livros. Sendo assim, vamos começar?

Compartilhe:

16 março 2017

A fúria e a aurora - Renée Ahdieh | Resenha

Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.
Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.
Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

Ficção | 336 páginas | Editora Globo Alt | Skoob | Meu Skoob

A cada aurora que surge, uma esposa de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, morre. Ele as mata degoladas assim que o sol surge, dando a todas um destino frio e cruel. Ninguém sabe o porquê dele fazer isso, mas aos poucos, aqueles que moram em Khorasan vão criando mais ódio em seu coração ao ver tantas jovens inocentes morrerem sem motivo.

Sherazade será a próxima. Diferentemente das outras noivas que foram escolhidas por acaso, ela mesmo se candidata para ser esposa do califa, para vingar a morte de sua amiga Shiva, uma das esposas do homem terrível que a matou. Tudo o que Shazi tem em seu coração é ódio, mas para conseguir completar sua vingança, terá que sobreviver a cada aurora. E ela fará isso contando histórias a Khalid, incitando sua curiosidade, e parando-a nas partes mais importantes, assim ele teria que esperar outro dia para terminar de ouvir, e somente então matá-la.

Compartilhe:

15 março 2017

Batalha de capas: A fúria e a aurora

Oi, como vão? Pela primeira vez eu resolvi fazer uma Batalha de Capas aqui no blog. Vocês já devem estar familiarizados com isso já que muitos blogs também o fazem, mas eu peguei a inspiração do blog Lendo e Apreciando, e achei muito bacana fazer também. Para o primeiro post sobre as capas, eu escolhi o livro A fúria e a aurora porque li recentemente e amei, além dele ser mundialmente conhecido.

Compartilhe:

14 março 2017

1 ano do blog Leitora Encantada + resultado do sorteio!

Como alguns de vocês já sabem, hoje dia 14 de Março, o blog Leitora Encantada completa um ano de existência! É difícil expôr em palavras o quanto estou feliz com esse avanço que eu dei. Blogar não somente se tornou um hobbie, mas um estilo de vida. Hoje eu anseio por conversar com vocês, fazer as resenhas do livro e mostrar minha opinião acerca de alguma coisa. Quantas vezes sentimos necessidade de conversar sobre algo que nos agrada mas não temos ninguém para conversar? Vocês foram as pessoas que me fizeram perceber que eu posso ser eu mesma aqui, me abrir de uma maneira que normalmente não faria, pois tem pessoas que me aceitam como sou e até me entendem.

O Leitora Encantada passou por muitos percalços, mas garanto que este ano que se completa só fará com que eu queira que o blog cresça cada vez mais. É através de vocês que consigo forças e inspiração para escrever cada post postado aqui e muito obrigada por isso, porque sem o apoio de vocês, com certeza nunca teremos chegado até hoje onde nós estamos. 
Então vamos relembrar algumas coisinhas que aconteceram neste um ano?

Os posts mais acessados: 
1. 10 livros para ler em 2017!: uma das incontáveis listinhas que eu fiz de livros para ler neste ano.
2. Resenha Diga sim ao Marquês, da Tessa Dare
3. Livros que todo mundo leu, exceto eu: outra listinha sobre eu ir contra a maré
4. 10 livros que comecei e não terminei: uma lista com livros que entraram para a fila da preguiça
5. Top 10 Terça-feira: Lançamentos mais esperados para o ano de 2016

Os posts que eu acho que vocês deveriam ler:
1. Como comprar livros e saber que ele é o certo?: Umas dicas básicas para você comprar livros e  não se arrepender
2. Resenha do livro Raio de Sol: porque quero que vocês sintam tudo o que eu senti ao ler esse livro.
3. Afinal, plágio é crime ou não?: um desabafo que fiz sobre o assunto, que por sinal me fez receber muito o apoio de vocês
4. 8 blogs que você precisa conhecer: dicas de oito blos que eu estou seguindo e amando neste último mês
5. Vamos falar de sick-lit?: um post onde discuto sobre o gênero que é tão pouco conhecido e dou dicas de livros para vocês

Mais uma vez agradeço a todos o carinho especial para com o blog. Desde aqueles que nos visitaram pela primeira vez, ou que vem acompanhando o crescimento aos poucos dele. A quem fez os incontáveis layouts do blog e fez possível um sonho se realizar. E principalmente a minha família e meus amigos que me apoiaram nessa ideia louca de começar a escrever e a postar, além de sempre me ajudarem comentando ou dando opinião sobre algum post que eu quero publicar por aqui. E claro, as minhas irmãs, Jéssica e Ana Vitória, que sempre me ajudaram com opiniões sobre os layouts e deram dicas de posts sendo minhas primeiras seguidoras, ao Douglas, meu amigão que passou a me chamar de Leitora Encantada em nossas conversas, me dando a ideia para o nome do blog, e ao Pablo, uma pessoa especial para mim que vem sempre me apoiando, dando dicas e me incentivando durante esse um ano que se passou.

E antes que eu me esqueça, o resultado do sorteio dos livros já está disponível. Parabéns a ganhadora e muito obrigada todos que participaram!

a Rafflecopter giveaway

Compartilhe:

13 março 2017

[Resenha] O retorno de Izabel - J. A. Redmerski

Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então, não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem.

Crime, suspense, romance | 232 páginas | Editora Suma de Letras | Este livro pode conter spoiler do primeiro volume da série 

Acho que vocês perceberam o quanto eu amei o primeiro livro da série Na Companhia de Assassinos, quem ainda não leu a resenha, você pode encontrá-la aqui. O segundo volume com certeza é mais recheado de cenas agoniantes e eletrizantes, sem contar que há um plot twist tão grande que o leitor fica de cara passada, ao menos eu fiquei. Infelizmente é impossível falar sobre esse livro sem acabar revelando acontecimentos do livro anterior, então atente-se a isso, e se você não quer encontrar spoiler, sugiro que pare de ler agora.

Primeiramente, vamos relembrar um pouco o que aconteceu no livro anterior. Sarai enfim conseguiu fugir da "fortaleza" de um dos chefes do narcotráfico onde acabou passando nove anos de sua vida. Ela não teria conseguido sem a ajuda de Victor Faust, um assassino que trabalha para a Ordem, uma das maiores agências secretas do mundo. Após ter sofrido perseguições por estar com Victor e acabar matando Javier, o homem que a manteve presa durante esses anos, Sarai percebe que essa não será sua primeira morte. Agora ela quer vingança e quer que Victor a ajude treinando-a, coisa que ele se recusa.

“... Não é só trabalho Sarai. As pessoas em geral não são confiáveis, especialmente na minha profissão, na qual confiança é tão rara que não vale a pena perder tempo e esforço procurando por ela.”

Compartilhe:

10 março 2017

[Resenha] Casamento por conveniência - Jennifer Probst

Um compromisso por interesse chamado de casamento. Desesperada por dinheiro para salvar a casa de sua família, a impulsiva Alexandria McKenzie se entrega a uma última e inusitada tentativa: faz uma simpatia de amor para encontrar um marido. Um marido rico, de preferência. Nicholas Ryan não acredita em amor eterno, casamento e família. No entanto, para que possa herdar as ações de seu tio e se tornar sócio-majoritário da empresa da família, ele deveria atender a um único requisito do testamento: casar-se e manter-se casado por pelo menos um ano. Nick e Alexa possuem muito pouco em comum, apenas o fato de Alexa ser a melhor amiga da irmã de Nick. Mas, movidos por seus interesses, os dois decidem se unir. Um acordo nupcial simples, sem paixão e sem complicações. Esse será o combinado por um ano. Mas a convivência será capaz de fazer nascer algum sentimento entre eles?

Romance, Erótico | 240 páginasEditora LeYa | Este livro faz parte do projeto Relendo Livros

Alexandria precisa de um marido. De preferência um que ame animais, torça para os Meets, a ame e sinta desejo por ela e que tenha 150 mil dólares sobrando na conta. Para conseguir tal coisa, ela apela para uma simpatia. E não é que deu certo? O irmão de sua melhor amiga, Nick Ryan, está a procura de uma esposa e ele também é podre de rico, mas infelizmente todas as outras coisas que ela tanto queria, Nick é incapaz de sentir ou fazer.

Mesmo assim Alexa precisa do dinheiro para pagar a hipoteca da casa de seus pais e resolve aceitar o acordo, já que Nick precisa de uma esposa para ganhar a herança de seu falecido tio. Negócio fechado. Eles se casariam, dividiriam a mesma casa mas viveriam suas vidas separadas, até completar um ano, onde cada um seguiria seu caminho. Porém, o que era para ser um acordo fácil de ser cumprido passa a se tornar uma confusão já que ambos se desejam secretamente. Será que eles irão conseguir sair dessa ilesos e sem se apaixonar?

Compartilhe:

09 março 2017

7 personagens femininas que eu me identifico

Quantas vezes lemos um livro e nos identificando com os personagens dele, seja pela personalidade ou ações que eles tem? Eu perdi as contas de quantas vezes eu acabei amando tal pessoa somente por ela ter uma característica bem parecida com a minha durante a leitura do livro. Ontem foi o Dia das Mulheres e a blogosfera bombou de posts muito legais sobre este dia tão especial. Infelizmente eu estava sem criatividade e acabei não postando nada além dos meus agradecimentos por esse dia. Porém, depois de muito pensar, resolvi compartilhar com vocês sete personagens femininas que eu me identifico! 

Compartilhe:

8 blogs que você precisa conhecer

Olá, mon amour, como vão? Espero que estejam bem! Vocês sabem que a cada mês eu indico para vocês quatro blogs que eu simplesmente amo! Pois é, com o fim do ano e novos projetos entrando em andamento, eu acabei me esquecendo de fazer o tal post. Mas não se preocupe porque reservei este momento especial para falar o quanto estou apaixonada por alguns blogs que conheci recentemente. É incrível como pessoas que tu mal conhecem podem lhe transpassar um sentimento muito bom, e eu não poderia estar mais contente de conhecer blogs que fazem justamente isso Que tal visitar todos e conhecê-los? 

Me Cativastes foi um dos blogs que mais tem aquecido meu coração ultimamente. A Andressa é uma fofa e mesmo não a conhecendo pessoalmente e nem trocando muitas palavras com ela, sei que daríamos ótimas amigas porque ela me lembra muito a mim nos textos que faz. Além do cantinho dela ser um amor e transmitir muita paz. Quem não a conhece, faça o favor de visitar!

Leiturize-se é um blog literário (obviamente) e quem o administra é a Camila. O que eu mais gosto neste blog é a simplicidade do layout que escondem a magnificência das resenhas que são muito bem escritas. Acho um dos poucos blogs que realmente escrevem com vontade e com certeza esse é um deles.

Magia e Sonhar é um blog também literário e que contém resenhas maravilhosas e tocantes. Conheci-o recentemente mas é tão amorzinho que é impossível não ficar visitando, sem contar que a autora do blog também é muito gentil e sempre visita o Leitora Encantada. As resenhas dela são bem detalhadas com um jeitinho cativante, que acaba fazendo com quem lê simplesmente queria correndo ler o livro.

Dear Maidy é um dos blogs mais conhecidos aqui na blogosfera, mas o que eu realmente gosto neste blog são as fotos maravilhosas que a Maidy tira para os posts. Todas tem um efeito meio azulado que eu acho maravilhoso, sem contar que adoro as maquiagens divertidas e interessantes que ela faz para os vídeos dela.

Follow Your Dreams foi basicamente o primeiro blog que eu conheci que ajudava em tutoriais para personalizar o layout, então eu praticamente acessava o blog o tempo inteiro. Hoje não recorro muito a ele já que algumas coisas eu já domino, mas sempre guardo com carinho na memória esse site que ajuda bastante, então se você quer ajuda com seu lay, pode recorrer a ele.

Black Rose  é o blog da digníssima Karine, a pessoa que desenvolveu esse layout maravilhoso para o blog. Eu me arrisco a dizer que já posso considerar a Kah uma amiga pois mesmo tendo feito um "contrato de trabalho" comigo, ela é uma pessoa muito divertida de conversar e quando dá tempo, sempre trocamos algumas ideias via Facebook. Ela é um amor gente! O blog dela tá um pouco abandonado porque ela não é muito fã de fazer postagens, mas você também pode acessar o portfólio dela e conhecer o trabalho dessa moça bonita.

Like Gabs é um blog que fala sobre tudo! Literalmente, tudo. Eu que não sou muito ligadona em blogs de moda, tendências e afins, acabei me rendendo ao papo bem humorado da Gabs. Ela traz dicas femininas para você arrasar no look e na make, então se quer dar uma espiadinha nas dicas, não deixe de visitar.

Being Hellz é um blog super diversificado também e por isso ele me lembra muito o da Gabs. A Hellz que vos fala não revela sua identidade, mas você consegue conhecer muito dela nos seus posts já que ela é muito divertida e traz assuntos bem legais, além de opiniões sinceras e sem mimimi sobre algumas coisas.

Bem, estes são alguns blogs que eu acho que vocês precisam conhecer. São blogs do meu coração, que me agradam por diversas coisas mas que tem algo em comum: todos eles faz ou traz algo de positivo a quem estaciona seu tempo por lá. Então se você tá cansado de ver os mesmos blogs e quer tentar algo diferente, acesse algum deles e conheça estas pessoinhas maravilhosas que acabaram me encantando. 

Espero que tenham gostado!
Dois beijos e um abraço.


Compartilhe:

08 março 2017

08/03: Dia Internacional da Mulher

Dia 08/03 comemora se o Dia Internacional da Mulher, um marco da luta pelo reconhecimento do real valor da mulher na sociedade. Que todas as mulheres que estão lendo isso e que as se considerem também sejam agraciadas com esse dia e com todos os outros do ano. Parabenizo pela força que nós temos, pois sabemos que não é fácil ser mulher no Brasil, onde o preconceito, a violência e o machismo bate a nossa porta todos os dias. Que nós sejamos reconhecidas pelo que realmente somos: pessoas fortes, lutadoras, verdadeiras, amorosas e boas pessoas. Feliz Dia das Mulheres!

Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
Provérbios 31:10

Compartilhe:

07 março 2017

[Resenha] A morte de Sarai - J. A. Redmerski

A autora do best-seller de "Entre o Agora e o Nunca" e "Entre o Agora e o Sempre" traz uma história de paixão e sobrevivência.
Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte.
Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo.
Em “A Morte de Sarai”, primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos, quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.

Mistério, Suspense, Romance, Crime | 256 letras | Editora Suma de Letras 

Depois de tanto tempo sem ler algo totalmente diferente de romance, resolvi dar uma chance a série Na Companhia de Assassinos e caramba, eu não poderia ter gostado mais. Diferente da série Born in Blood Mafia Chronicles da Cora Reiley onde iremos mergulhar através da violência nas famílias mafiosas de Chicago e Nova York, essa série é muito mais cruel em suas cenas, mostrando o tráfico humano, de drogas e armas em uma trama muito mais envolvente.

Victor Faust é um assassino contratado para matar Javier Ruiz, um dos chefões do tráfico no México. Ele trabalha na Ordem, a mais poderosa e antiga organização secreta de assassinos, e por ser considerado o melhor, garante que fará o serviço antes do prazo. O único problema é que dentro de seu carro, está uma das meninas escravizadas por Javier. Ela acabou entrando em seu carro escondida para fugir da "Fortaleza" de Javier, e como é a preferida dele pois ele tem uma estranha obsessão por ela, Victor sabe que essa mulher é sinônimo de encrenca. 

Compartilhe:

06 março 2017

5 livros que deveriam ter sequência

Há sempre aqueles livros que nós terminamos com gostinho de quero mais. Histórias tão boas ao ponto de você querer uma continuação, ou quando o final simplesmente não é satisfatório, deixando várias pontas soltas que você desesperadamente quer amarrar. Por isso vou falar sobre cinco livros que eu acho que deveriam ter uma sequência, nem que seja somente para os leitores matarem a saudade dos personagens.

Compartilhe:

05 março 2017

Conheça o autor Lucas Dias e seu livro "Depois do Fim"

Sinopse: Em uma nova fase de sua vida, Clarice sente a necessidade de ter amigos, e acaba se relacionando com pessoas cheias de más intenções. Quando finalmente consegue extrair uma coisa boa, em meio a tantos eventos chatos que acontecem na sua vida, ela fica presa no presente, esquecendo de tudo o que já viveu e de suas pretensões para o futuro. Agora, o tempo na vida de Clarice passa a ser constante e confuso, de uma maneira que nunca fora antes.
Comprar 

Conheça o autor:
Lucas nasceu em 1997, na poética capital paraibana. O interesse pelo universo da literatura surgiu de maneira natural e precoce, quando folheava os gibis da Turma da Mônica, na época que ainda não havia aprendido a ler. Há dez anos mora em Natal, onde escreve suas história e se reinventa a cada dia. "Depois do Fim" é seu segundo livro e primeiro romance.

Compartilhe:

04 março 2017

[Desabafos de uma leitora] Por que as pessoas gostam de complicar?

Não sei se vocês sabem mas a linda e maravilhosa Julia Quinn, autora da série Os Bridgertons vai vir ao Brasil divulgar seu novo trabalho, o Quarteto Smythe-Smith. Para mim isso pouco me importa porque geralmente autores desse nível nunca aparecem por aqui, em Brasília. Mas eis que um milagre surge e fico sabendo que sim, vai ter Julia Quinn aqui em BSB!!! Caramba, eu não poderia ficar mais feliz, nada poderia dar errado nesse momento maravilhoso que estou vivendo, não é? Errado!

Primeiramente, o dia escolhido foi dia 07/03 as 19h, dia que volta minhas aulas. Eu realmente não me importaria de matar aula, afinal, seria somente o primeiro dia, até comprei o box dos livros novos dela. O problema mesmo é o lugar. Na cidade há duas Livrarias Culturas, uma perto da minha casa que fica perto do Shopping mais visitado e conhecido de Brasília e outra no shopping mais voltado pra classe A, que é caro pra caramba e lá no Lago - onde Judas bateu a borda - Norte. Pra ir de ônibus é meio longe, mas eu também não me importaria pois iria ver a minha diva!

Compartilhe:

03 março 2017

[Resenha] Nunca jamais: Parte 1, 2 e 3 - Colleen Hoover & Tarryn Ficher

Charlie Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.
Charlie e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo pelo qual se juntaram no passado.

Young adult | 192 páginas | Editora Galera Record |

É a primeira vez que eu resolvo fazer uma resenha de três livros ao mesmo tempo, então se você ainda não leu Nunca Jamais e não quer ler alguma revelação sobre a história, relaxe, aqui não haverá nenhum spoiler. Eu decidi fazer isso porque o livro é dividido em três partes muito pequenas, e cada uma das partes começam exatamente onde a outra terminou, assim ficaria melhor para vocês entenderem e até mesmo mais prático, porém, não revelarei nada a mais do que a sinopse apresenta para vocês conseguirem desfrutar da leitura perfeitamente.

Charlie Wynwood percebe que está parada no meio do corredor de uma escola. Mas o que ela estaria fazendo ali? Afinal, quem é ela? As pessoas agem ao seu redor como se ela soubesse o que está fazendo, mas a verdade é que Charlie não se lembra de absolutamente nada. Desesperada para saber o que está acontecendo, Charlie descobre que Silas Nash seria seu namorado há quatro anos. Será que ele se lembraria dela? Como ela poderia namorar alguém se ela nem ao menos reconhece o rosto? Talvez ele pudesse ajudá-la. O único problema é que Silas também não se lembra de nada.

Compartilhe:

02 março 2017

Vamos falar de sick-lit?

Eu estava muito ansiosa para fazer esse post para vocês porque queria conversar sobre uma coisa séria. Um gênero que tem dado o que falar no mundo literário além dos romances de época, new e young-adult e os romances é o sick-lit. Mas afinal, o que diabos é sick-lit? Tentando não pesquisar no Google e traduzindo ao pé da letra, significa literatura-enferma, ou seja, nestas histórias os personagens sofrem de alguma doença ou distúrbio no enredo.

Por que eu quero falar com vocês sobre isso? Eu tenho refletido muito sobre a maneira como os autores estão conseguindo trazer temas polêmicos e muitas vezes que são nos desconhecidos no enredo de seus livros, deixando-nos a par de situações que talvez nunca compreenderíamos. Quantas pessoas sofrem com doenças que nós mesmos sequer sabíamos que existiam? É tão tocante e emocionante ver que alguns autores realmente se preocupam em externar todos os medos e preocupações que as pessoas que passam esta situação estão vivendo. E não falo somente do livro A Culpa é das Estrelas, que acabou deixando o mundo inteiro chocado com a história de uma garota e seu namorado que lutavam contra o câncer. Por que será que histórias assim acabam deixando a gente mais reflexivo e sensível a esses problemas?

Respondendo a essa pergunta, eu acredito fielmente que o ser humano ainda seja capaz de sentir algum tipo de empatia e todo livro que leio com o tema sick-lit, eu tento ao máximo me colocar no lugar daquela pessoa. Será que você alguma vez parou para pensar por que livros desse gênero acabaram ficando no topo dos livros mais vendidos?

Compartilhe:

Resumo do mês de Fevereiro

Fevereiro sendo o mês com menos dias do ano, acredito que até agora foi o mais produtivo, mas se levarmos em consideração que até agora só se passaram dois meses, então não tenha tanta diferença assim. Época de Carnaval é meio puxado para nós que queremos farriar e eu confesso, acabei caindo na folia no último dia do feriado, mesmo assim, consegui terminar alguns livros que estavam empacados na minha estante e conhecer outros.

Mas antes de falar dos livros que li, quero avisar a vocês que agora o blog tem uma nova colunista \o/ Pois é, meus caros colegas. A Clara é blogueira também e dona do blog Próxima Primavera e ela vai estar escrevendo alguns posts pra gente. Você pode conferir a primeira resenha dela aqui sobre a série Santa Clarita Diet e dar-lhe as boas vindas.

Compartilhe: