Facebook

A soma de todos os beijos - Julia Quinn | Resenha

Lorde Hugh Prentice é um gênio da matemática e teve sua perna (e sua vida) arruinada por causa de um duelo com seu amigo, Daniel Smythe-Smith.Nesse livro, conheceremos um pouco da história de Hugh, antes e depois do acontecido. Sua família, o desespero de seu pai para conseguir que um de seus filhos lhe desse um herdeiro, visto que um não é chegado à mulheres e o outro, provavelmente terá dificuldades em encontrar uma esposa, e principalmente em ter filhos.
E, claro, sua relação de amor e ódio com Sarah Pleinsworth, prima mais velha de Daniel, que mesmo antes de conhecê-lo, já odiava Hugh por ter arruinado sua família através desse duelo.
Mas, as coisas começam a mudar quando Honoria, sua prima, pede para Hugh substituir seu padrinho no casamento e para Sarah ser sua acompanhante durante sua estadia, para que ele ficasse mais confortável diante dos familiares de Daniel. E esse tempo se prolonga, já que Daniel se casará duas semanas depois da irmã e resolve torná-los uma única festa...
É claro que eles não se dão no início, mas com o tempo, ainda mais depois do primeiro casamento, quando ela fica impossibilitada de andar, eles deixam as diferenças de lado e começam a se conhecer realmente, e, o que era ódio, acaba se tornando uma paixão avassaladora.
Mas as limitações de Hugh vão ser apenas um dos problemas que o casal enfrentará pelo caminho...

Romance de época | 272 páginas | Editora Arqueiro

Hugh Prentice sempre foi bom em matemática, é por isso que ele sempre foi bom em piquet, um jogo de carteado que requer boa memória e jeito com os números para vencer. Porém, por obra de azar ou de sorte, Daniel Smythe-Smith, seu amigo de longa data, o venceu. Ambos estavam bêbados, mas Hugh estava furioso e por isso, desafiou Daniel a um duelo. Nada ocorreu como ambos pensaram, e Hugh acabou saindo com a perna ferida, ficando manco. O pai dele jurou matar Daniel e durante longos anos, procurou-o fora de Londres.
Foto por Leitora Encantada
Agora, Hugh pôde controlar a vingança do pai e assim, conseguiu trazer seu amigo de volta a Londres. Mas mesmo assim, muitas pessoas não acreditam que ambos sejam amigos, inclusive Lady Sarah Pleinsworth, prima de Daniel. Ela culpa Hugh pela falta de pretendentes, já que após o escândalo de Daniel, muitos cavalheiros não lhe deram atenção em seu debute. Hoje, ela poderia estar casada e se isso não aconteceu, foi justamente por culpa de Hugh. E ele também não admira muito a presença dela, mas por obra de Honoria, que está prestes a se casar com Marcus, ambos terão que fazer companhia um ao outro. E em meio a comentários ácidos e provocações, juntos vão perceber que a ideia que ambos tem um do outro pode estar completamente errada.

A noiva do capitão - Tessa Dare | Resenha

Madeline possui muitas habilidades preciosas: é uma excelente desenhista, escreve cartas como ninguém e tem uma criatividade fora do comum. Mas se tem algo em que ela nunca consegue obter sucesso, por mais que tente, é em se sentir confortável quando está cercada por muitas pessoas… Chega a lhe faltar o ar! Um baile para ser apresentada à Sociedade é o sonho de muitas garotas em idade para casar, mas é o pesadelo de Maddie.
E, para escapar dessa obrigação, a jovem cria um suposto noivo: um capitão escocês. Ela coloca todo o seu amor em cartas destinadas ao querido – e imaginário – Capitão Logan MacKenzie e convence toda a sua família de que estão profunda e verdadeiramente apaixonados.
Maddie só não imaginava que o Capitão “MacFajuto” iria aparecer à sua porta, mais lindo do que ela descrevia em suas cartas apaixonadas e pronto para cobrar tudo o que ela lhe prometeu.

Romance de época | 256 páginas | Editora Gutenberg 

Imagine que você é uma pessoa muito tímida, daquelas que sente pânico ao ficar rodeada de muitas pessoas, e assim que soubesse que tinha que debutar e enfrentar os imensos e lotados salões de Londres, você inventasse que nas férias você encontrou o amor da sua vida, e lhe desse uma aparência e um nome: Capitão Logan MacKenzie. Assim, seu pai e principalmente sua madrasta iriam acreditar que você estaria prometida e totalmente apaixonada, não obrigando-a a ir aos bailes, mas para que a farsa fosse crível, você teria que ficar durante anos escrevendo cartas de amor falsas e enviando-as para lugar nenhum afim de que ninguém descobrisse.

Essa foi a situação que Madeline teve que passar e ela manteve essa história até ter que forjar a morte de seu falso capitão, somente assim ela estaria livre do peso daquela mentira. Reclusa com sua tia em um castelo que herdou nas Terras Altas, na Escócia, Madeline irá descobrir que livrar-se dessa farsa não será tão fácil assim. O negócio é que mesmo com suas mentiras sobre o tal capitão, suas cartas haviam sido sim entregues para um Logan MacKenzie, e agora ele estava lá, insistindo que ambos se casasse e continuasse a farsa, senão, iria revelar para toda a Inglaterra as cartas que Maddy escreveu. Mas em meio a esse casamento de interesses, o amor irá surgir, mas será que esses dois cabeças dura conseguirão admitir?

7 livros que baixei para ler na internet

Todos os dias os incontáveis sites de download de livros nos disponibiliza as mais recentes aquisições, sejam lançamentos ou até mesmo relíquias que jurávamos nunca mais encontrar. Fuçando a net hoje, encontrei vários livros e baixei-os para ler futuramente e assim, minha wishlist só tem aumentado. Vou mostrar a vocês quais foram os escolhidos da vez e vocês me dizem se conhecem ou já leram.

O jogo - Elle Kennedy | Resenha

Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?

New adult, romance | 343 páginas | Editora Paralela

Allie Hayes é uma romântica incurável, daquelas que necessita sempre ter a companhia de uma pessoa, e talvez seja por isso que ela sempre namorou sério e nunca ficou com alguém casualmente. Porém, depois de mais um término com Sean, seu namorado de três anos da faculdade, Allie percebeu que já deu de relacionamentos, agora ela precisa ficar sozinha e até mesmo embarcar em algum casinho de uma noite só, sair da zona de conforto e assim superar o término. A única pessoa que ela não deve ficar e se deixar envolver é o jogador de hóquei Dean Di Laurentis, o maior pegador de toda a universidade.

Dean sabe que é bonito, e ele também sabe que deixa as mulheres a mil, e tira muito bem proveito disso ficando com qualquer uma que der bola pra ele. Ele pode até soar superficial e fingir que é burro, mas por detrás de todo o dinheiro e a fachada de pegador, Dean é uma pessoa maravilhosa, fiel e muito leal a seus amigos. Após saber que Allie, a melhor amiga de Hannah, ficará na casa deles após ter terminado um namoro, ele sabe que não poderá nem sequer cogitar a possibilidade de pegar a amiga da namorada de Garret, mesmo sendo ela muito bonita e com uma comissão de frente e tanto. 

5 livros com temática adolescente

Os young adults tem feito muito sucesso não somente com o público adolescente mas com todos os leitores que gostam de ver a interação dos personagens com o primeiro amor. Temas como puberdade, sexo, auto descobrimento entre outros são constantemente vistos em livros do gênero, geralmente contendo histórias mais fáceis de desenvolver, simples e divertidas. Abaixo vou indicar cinco livros que estão no hall de favoritos com temática adolescente, para que você possa desfrutar destas lindas obras assim como eu.

Depois daquela montanha - Charles Martin | Resenha

O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.

Ficção, romance | 304 páginas | Editora Arqueiro 

Ben Payne é médico cirurgião especializado em ortopedia. Depois de participar de um congresso a trabalho fora da cidade, ele está louco para voltar para casa e reencontrar sua esposa, Rachel. Porém, uma tempestade forte se aproxima cancelando todos os voos do aeroporto de Salt Lake City. Ele resolve então pagar um voo fretado com Grover, que poderá levá-lo até Denver. O avião pode transportar até três pessoas e Ben não exita em chamar Ashley, uma moça que ele conheceu horas antes no aeroporto, e que está a dois dias de subir ao altar.

Os três embarcam junto com o cachorro de Grover, mas depois de algum tempo sobrevoando as montanhas da área, Grover sofre uma parada cardíaca que o leva a fazer um pouso de emergência. Acordado, Ben percebe que quebrou algumas costelas, Grover está morto, o cachorro aparentemente está bem mas Ashley acabou deslocando o ombro e quebrou a perna. Eles não tem absolutamente nenhuma forma de pedir socorro já que nenhum deles teve a ideia de avisar alguém que estavam embarcando em um voo fretado.

O clube das desapaixonadas & Extras - Mariana Mello Sgambato | Resenha

Três amigas já estão cansadas de se envolver em decepções amorosas!
A romântica Leila sempre se envolveu com rapazes que fogem de compromisso, já Drica, descobriu que seu noivo tinha uma amante e a festeira Ruth desistiu do príncipe encantado de tanto ouvir "eu te amo" falsos.
Juntas elas formam o "Clube das Desapaixonadas", um blog de comportamento para falar mal das manias machistas dos homens que faz sucesso imediato e as leva para um mundo de festas luxuosas, celebridades e pegação... mas por quanto tempo elas conseguirão manter a premissa de que mais vale se divertir com os caras errados do que procurar o homem certo?

Romance | 209 páginas | Publicação independente 

Quando era adolescente, Leila foi em uma excursão ao zoológico e quase foi atacada por abelhas, se não fosse por Bernardo, um menino que a ajudou a livrar-se delas. A partir daí, ela fez amizade com ele e com Drica, a namorada dele e Ruth, a amiga do casal. Assim os quatro cresceram e passaram por diversos relacionamentos. Leila era a mais romântica do grupo, mas não dava sorte com homem nenhum, inclusive suas amigas já que Drica e Bernardo não estavam mais juntos há anos.

Elas então resolveram criar um blog e chamá-lo de Clube das Desapaixonadas, com o intuito de apenas se divertirem com os homens e depois de cada transa sexual, atribuir uma nota de 0 a 5 a eles, porém, a regra central era não deixar-se envolver.

Leila, é claro, não conseguiu e acabou se envolvendo com Fabrício, um vocalista de uma banda, que com sua desorganização e seus sumiços deixam ela louca, mas que encanta seu coração. Será que enfim Leila irá desencalhar?