Facebook

Confusões de um garoto - Patrícia Barboza | Resenha

Conheça Zeca nesta divertida história sobre as confusões de um adolescente.
Após as férias de verão, Zeca se olhou no espelho e não reconheceu o garoto ali refletido. Ele tinha crescido e mudado muito. Parecia outra pessoa! Estava mais alto, com a voz mais grave, e o que mais causava espanto: seu repentino sucesso com as garotas!
Então veio uma descoberta bastante confusa: ser adolescente não é nada fácil. Não é mais criança, mas também não é adulto ainda. E ali, no meio do caminho, um bocado de coisas novas (e bem estranhas!) passaram a acontecer. Além de lidar com a nova aparência e a popularidade, algumas perguntas começaram a provocar confusões na cabeça de Zeca...
Por que suas irmãs gêmeas viviam se arrumando, tirando selfies e falavam sem parar? Por que certas coisas que antes eram tão legais não tinham mais a mesma graça? Por que o perfume que a Júlia deixou no rosto de Zeca mexeu tanto com ele?E a principal questão: Por que ele não consegue parar de pensar nela?
Nesta história divertida, você vai acompanhar Zeca enquanto ele navega pelos altos e baixos que surgem com a adolescência e descobre que, seja como for, o importante é ter ao lado as pessoas que amamos.

Literatura Infanto-juvenil | 168 páginas | Editora Verus 

Zeca sempre foi um garoto pequeno e magrinho, mas depois das últimas férias de verão, ele deu uma esticada, ficou mais forte e engrossou a voz. Mudanças sempre são difíceis aos 14 anos de idade, mas Zeca não sabe lidar com elas. Agora ele passou a chamar atenção de outras garotas no colégio, suas irmãs mais novas não param de se maquiar e tirar selfies e ele não entente porque sente tanta raiva ao ver outros garotos perto de Júlia, sua melhor amiga.

Embarque nessas grandes confusões de um garoto a procura de respostas para essas mudanças em sua vida e conheça melhor Zeca e seu primeiro contato com a puberdade.
Foto por Leitora Encantada

Novembro, 9 - Colleen Hoover | Resenha

Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

Romance | 352 páginas | Editora Galera Record 

No dia 9 de Novembro, Fallon teve parte de seu corpo queimado após um acidente na casa de seu pai. Sua tão sonhada carreira de atriz que estava começando a desenrolar foi para o espaço, e tudo o que a menina sonhou se tornou cinzas. Agora com 18 anos, dois anos após a tragédia, Fallon conta a seu pai que pretende mudar-se para Nova York, e quem sabe seguir seu sonho no teatro.

Como sua relação com ele nunca foi muito boa, visto que ele sempre foi seu empresário e nunca a tratou somente como filha, ele recebe a notícia de mal jeito e a ridiculariza, já que Fallon não tem mais aquilo que a indústria do cinema e teatro querem: beleza. Inconformado com a situação, Ben, um cara aspirante a escritor que estava na mesa ao lado do restaurante que pai e filha estavam, age em socorro de Fallon e finge ser seu namorado.

As super-mães dos livros!

Oi gente, como vão? Mês de Maio é o mês das noivas e também das mamães, e como viajei na data, não preparei nada especial para postar aqui no dia. Mas eis que surge um post muito legal da Anya no blog Entre um livro e outro e eu resolvi copiar a ideia dela de citar cinco super mães literárias que mais admiro nos livros, seja pela sua sagacidade, sua força e seu carinho ao cuidar de sua cria, assim posso homenageá-las e também deixar meus sinceros agradecimentos a todas as mães do mundo que tem cumprido seu trabalho impecavelmente. Um grande obrigada a todas!

Agora deixa de enrola e vamos citar já essas super-mães que merecem todo o nosso amor:

Sorte ou azar? - Meg Cabot | Resenha

Mais um sucesso da mega vendedora de livros Meg Cabot. A falta de sorte parece perseguir Jinx onde quer que ela vá ? e por isso ela está tão animada com a mudança para a casa dos tios, em Nova York. Talvez, do outro lado do país, Jinx consiga finalmente se livrar da má sorte. Ou, pelo menos, escape da confusão que provocou em sua pequena cidade natal. Mas logo ela percebe que não é apenas da má sorte que está fugindo. É de algo muito mais sinistro... Será que sua falta de sorte é, na verdade, um dom, e a profecia sob a qual ela viveu desde o dia que nasceu é a única coisa que poderá salvá-la?

Fantasia, romance | 288 páginas | Editora Record | Este livro faz parte do projeto Selo Biblioteca 


Jean nunca teve sorte desde que nasceu. A garota de 16 anos atraí azar por onde quer que passe, por isso herdou o apelido de Jinx - em inglês quer dizer 'pé frio' -. Após uma confusão em sua cidade natal, a garota vai morar com seus tios em Nova York. Nova escola, novos amigos e com certeza um novo recomeço, mas é claro que o azar da menina segue ela aonde quer que vá. Além da sua prima Tory estar totalmente diferente do que ela lembrava, ela ainda precisa lidar com Tory acreditando ser bruxa e fazendo de tudo para que Jean participe de seu coven.

Após ter recusado a oferta que ela considera um absurdo, Jean começa a passar muito tempo com Zach, o garoto que sua prima gosta. Se sentindo furiosa por ter seu pedido rejeitado e vendo a aproximação de Jean e Zach, Tory fará de tudo para se vingar de sua prima e não medirá esforços com feitiços e bruxarias para conseguir o que quer.
Foto por Leitora Encantada

Duff - Kody Keplinger | Resenha

Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.

Jovem Adulto | 328 páginas | Editora Globo Alt 

Bianca Piper tem duas melhores amigas e pode contar com elas em tudo. Jessica e Casey apesar de serem bonitas e terem uma vida popular de dar inveja, elas consideram Bianca a melhor do trio e não a abandonam por nada, mesmo que Bianca acredite que ás vezes ela não mereça sua amizade. Em uma festa com elas, Bianca acaba mais uma vez no banco já que ninguém nunca a tira para dançar, mas não tem problema, ela detesta dançar mesmo. Porém, como sua vida não poderia ser tão maravilhosa assim, ela acaba nas garras de Wesley Rush, o cara mais bonito e igualmente popular e galinha de seu colégio.

Bianca não entende o porque de Wesley estar se aproximando dela e ele logo explica que ela é uma DUFF - Designated Ugly Fat Friend -, uma expressão inglesa que nomeia a menina mais sem graça ou gordinha do grupo, fazendo as outras amigas parecerem mais bonitas. Inconformada com a opinião de Wesley e mesmo fingindo não se preocupar com o que ele diz, a palavra entra na mente de Bianca e tira seu sossego. Some isso ao fato de seus pais estarem enfrentando um divórcio conturbado e o cara que ela gosta, Toby, ter uma namorada, Bianca precisará lidar com sua nova realidade: ela é realmente uma DUFF.

Parceria renovada com a autora Lídia Rayanne

Oi, gente! Tirei uns dias de férias para mim do blog e das obrigações acadêmicas, mas muita coisa aconteceu nesse fim de semana e eu vou contar as novidades para vocês. A primeira delas é que o blog renovou a parceria para os mês de maio e junho com a autora do livro Romance em San Marino, a Lídia Rayanne. Fiquei muito feliz por essa oportunidade e em breve teremos a resenha aqui no blog desse livro que promete muito!

"Ela havia nascido para ensinar. Ele, para governar. Só precisavam que o destino os unisse…Em meio às guerras napoleônicas, a pequena república de San Marino ainda permanece livre com as graças do Imperador Bonaparte. Mas a paz que reina no Monte Titano não se aplica a Ângela Olivério.
 Pressionada por seus pais para aceitar um casamento arranjado, a jovem de 19 anos se pergunta quem em pleno século XIX aceitaria se casar com uma professora cheia de sonhos idealistas.
 As inquietações também não abandonam Marco Casali. Comprometido com a bela Alessa Vicini e filho de um dos governantes mais importantes de sua geração, o galante rapaz se sentia preparado para substituir o lugar do pai no Conselho de San Marino. Isso até o dia em que foi envergonhado diante de seus mais importantes líderes. Como ele poderia se tornar o capitão-regente de um país cuja história e povo mal conhece?
 Depois de um inesperado encontro, Marco descobre em Ângela a mentora improvável de que precisa. Sob a promessa de que ele lhe conseguirá uma audiência com os próprios capitães-regentes, Ângela aceita a missão de instruí-lo nos preceitos da República sem saber que, terrível e irreversivelmente, seu coração seria arrebatado logo por ele — um rapaz destinado à outra garota.
 Mas o que ambos não imaginam é que, à medida que lutam contra o sentimento crescente entre eles, a chegada de dois estrangeiros ameaça a liberdade de San Marino."


Sobre a autora: Fortalezense e formada em Design de Moda, Lídia Rayanne sempre foi tão apaixonada por livros que um dia decidiu escrever um. Nerd e romântica incurável, é colunista no site Tracinhas, onde compartilha seus surtos literários e contos publicados em antologias junto de suas amigas. Romance em San Marino é o seu primeiro livro.


Assista o booktrailer do livro