Facebook

Abandonei sem dó: Conquistada por um visconde - Stephanie Laurens

O mundo deve estar realmente em seus últimos dias porque já é o segundo livro de romance de época, um gênero que eu simplesmente amo, que eu não consegui ler. Mesmo vendo tantas resenhas legais de Conquistada por um visconde, simplesmente não consegui continuar a obra. Saibam então o porquê: 
Do que se trata a história? Aparentemente alguém quer fazer muito mal a família Cynster, por isso essa pessoa manda sequestrar qualquer uma das irmãs para levar cabo seu planos. A escolhida foi Heather Cynster. Heather nunca foi convencional, e enquanto ela estava em um sarau de uma dama duvidosa, ela reencontra o Visconde Breckenridge, melhor amigo dos irmãos dela, e que por sinal gosta de atormentar a vida de Heather. Ele logo a tira dali, mas assim que a moça põe os pés para fora do lugar, ela é raptada. Breckenridge viu tudo e resolve seguir os sequestradores com a intenção de salvá-la. Mas Heather não quer ser salva, ela quer saber os reais motivos para o rapto e resolve fugir somente quando se sentir em perigo. É claro que essa perseguição e alguns encontros entre os dois fará brotar mais do que farpas entre eles.

Em que página você parou? Faz tanto tempo que parei que realmente não lembro :(

O que achou da personagem principal? Assim, até que a Heather não é de todo mal. Não consegui ver muitos os vislumbres de sua personalidade, então a achei bem OK. Meu problema com ela foi essa ideia fixa de continuar com os sequestradores. Ela foi teimosa e isso me irritou demais, mesmo que os motivos para que ela tenha ficado com eles tenham sido nobres. Tudo o que eu queria era gritar com ela e mandá-la fugir assim que pudesse, e olha que oportunidades não faltaram.

Por que resolveu abandonar o livro? A maior parte do problema foi a personagem principal, que queria ser destemida demais, o que incomodou na leitura. A segunda é que a autora não se preocupou em nos mostrar a relação dela com o visconde antes do sequestro. Sabemos que o santo dos dois não batem, mas eu queria entender melhor como nasceu essa antipatia. O fato do livro já começar no sequestro me fez parecer que eram dois completamente estranhos interagindo. Não me apeguei a história e a nenhum personagem, aff, estava mesmo curiosa para ler o último livro e descobrir quem é o tal vilão da trilogia, mas como um livro precede o outro, eu acho que não vai rolar, o que é uma pena.

Para vocês que querem tentar a sorte, eu comprei os dois primeiros exemplares. Como desisti da leitura, estou sorteando ambos no instagram do blog. Para participar, acesse aqui.
E aí, vocês já leram o livro? 
Foto por Coisas de Mineira

Damas de honra: Quatro casamentos e nenhum funeral - Jane Costello | Resenha

Quando Evie Hart aceita ser dama de honra de sua melhor amiga, ela percebe que isso é o mais perto que conseguirá chegar do altar. Até hoje, aos 27 anos, Evie nunca viveu um grande amor.
E, por ironia do destino, todos a seu redor, inclusive sua própria mãe, estão com os dias de solteiro contados. Ela treme só de pensar nos inúmeros casamentos que tem pela frente! Mas sua fobia de relacionamentos pode ter cura. Um convidado especial, que está sempre presente nas cerimônias, é capaz de fazer com que ela queira ser um pouco mais do que dama de honra.
Romance, chick-lit | 431 páginas | Editora Record
 
Hoje trago a resenha de um chick-lit super divertido e muito bem escrito pela minha maravilhosa Jane Costello, que infelizmente ainda é uma autora pouco conhecida, por isso faço meu apelo para que vocês deem uma chance as obras dela, essa já é  a terceira e todas seguem a mesma linha: um romance leve e diálogos divertidos. Pra quem gosta da Sophie Kinsella vai adorar a autora porque ambas tem a escrita muito parecida, e as duas também fazem seus romances passarem na Inglaterra.

Damas de Honra: Quatro casamentos  e nenhum funeral conta a história de cinco amigas: Evie, Grace, Georgia, Charlotte e Valetina. Evie é a personagem principal, ela é uma grande amiga mas seu problema reside estar aos  27 anos e nunca sequer ter se apaixonado. Ela acredita em finais felizes e amor para a vida eterna, mas os relacionamentos dela não duraram mais que 3 meses, e justamente por causa dela mesma que sempre terminava quando via que as coisas estavam indo para frente rápido demais. Grace é a melhor amiga de Evie, mãe de duas filhas e irá se casar com o pai das meninas depois de 7 anos de relacionamento. Georgia é a mais rica de todas, porém a mais humilde. Charlotte é um amor de pessoa mas tem problemas com sua auto estima por sempre estar acima do peso, já Valentina é super resolvida consigo mesma já que ela tem a aparência de modelo, porém não é um amor de pessoa. Juntas, elas apoiam uma a outra a sua maneira e vão passar por esses quatro casamentos com muita graça e loucura.
Foto por Leitora Encantada

Livros de sucesso que eu não consigo gostar

Há tantos livros impactantes e até mesmo clichês bem famosos na blogosfera que eu sempre fico imaginando o que eles tem de tão especial. A cada resenha que leio vejo um elogio ao autor por ter criado personagens cativantes e uma obra de arrasar. Porém, eu sou meio do contra: enquanto o pessoal vai com a maré, estou tentando fortemente passar longe dela. Por isso, há algumas obra que eu já li mas simplesmente não consigo gostar e muito menos entender como tanta gente gostou! Aqui então vai o meu desabafo... (por favor, não me odeiem!)