Como eu imagino você - Pedro Guerra | Resenha

Não consigo definir o formato do seu rosto, muito menos se aquele borrão embaixo é uma barba rala ou não. Percebo que o cabelo é volumoso e tento desenhar na minha mente as ondas que aqueles fios formam. Uma doença rara diagnosticada na infância nunca impediu Helena de enxergar o mundo, e mesmo com todos os obstáculos, ela é uma jovem alegre, independente e muito sensível. Mas é à noite que Lena sente seu coração se encher de dúvidas e agitação ao se “encontrar” com um misterioso rapaz que surge constantemente em seus sonhos. E, apesar de não enxergá-lo com nitidez, ela sabe exatamente como ele é. Um dia, seus pais precisam fazer uma viagem e a jovem é obrigada a ficar sozinha em casa. Quer dizer... não totalmente sozinha. Sua mãe havia contratado um rapaz para cuidar do jardim. E aquilo que parecia ser uma visita indesejada pode trazer uma enorme mudança em sua vida. Para sempre... “Posso vê-lo mais do que a minha capacidade de enxergar permite. Consigo ver que ele é diferente."
Romance | 190 páginas | Editora Gutenberg

Como eu imagino você foi o primeiro livro escolhido para o Projeto Buddy Read, que conta com a participação de mais dois blogs (That is real me e Escrevendo e Rabiscando). O livro de Janeiro deveria ser um lançamento de até quatro meses atrás, e por isso escolhemos este. A narrativa em primeira pessoa conta sobre Helena, uma garota de 18 anos que tem uma doença onde sua visão frontal é totalmente prejudicada, tendo somente 20% dela. Ela só consegue enxergar com a ajuda de óculos e uma lupa, e mesmo assim dificilmente. Porém, sua visão periférica é completamente perfeita, o que seria um prêmio de consolação se ajudasse em alguma coisa.

Seus pais, que são biólogos, precisam viajar a trabalho mas não querem deixar Lena sozinha em casa. Depois de muito insistir, ela consegue um voto de confiança e pela primeira vez irá passar alguns dias sozinha. O problema é que sua mãe acabou contratando um jardineiro para cuidar do jardim da casa dela, e se esqueceu completamente de avisá-la. Lena tem medo de que um homem possa se aproveitar da sua deficiência, o que não é bem o que acontece.
Minha autoria
Alex tem apenas 21 anos e é muito gentil. Enquanto trabalha no jardim da casa de Lena, ele e ela vão se conhecendo melhor, até Lena descobrir que Alex é o garoto dos sonhos dela, literalmente. Há alguns dia atrás Lena começou a sonhar com um homem que nunca viu, mas que a deixava inquieta. Imagina a surpresa dela ao descobrir que Alex e o homem dos sonhos tem o mesmo rosto. Como será possível que seu sonho tenha se tornado real?

Com a ajuda de Lucas, seu melhor amigo, Lena vai começar a procurar respostas para suas perguntas ao mesmo tempo que Alex entra de uma vez em sua vida.
O mundo é cego. Ninguém se importa com a história dos outros. Somos todos videntes para aquilo que nos importa e é só isso.
A narrativa de Pedro Guerra é muito simples e até gostosa de ler. Gostei muito de como ele conduzia cada diálogo e cada acontecimento da história, mas acho que a leitura poderia ter sido mais proveitosa se eu tivesse me conectado ao casal principal. De início eu não sabia bem o que esperar dessa obra, e de alguma forma ela me surpreendeu. Citar coisas místicas como clarividência, sentido extrassensorial deu um toque ousado a obra, e eu mesma que não acredito nisso, me via louca para saber o que realmente estava acontecendo, mas isso foi pouco explorado na trama, achei que apareceu de uma forma superficial, apenas para dar uma explicação dos sonhos de Lena.
Minha autoria
E por falar nela, Lena é uma personagem carismática, você consegue sentir seus medos e expectativas em relação a sua doença, que não a faz mais especial que ninguém, mas a faz mais forte. Gostei do humor ácido dela, de como ela usava seus argumentos com os pais. Lucas também é um personagem fofo, sarcástico e melhor amigo da Lena. Achei mesmo que teríamos um triângulo amoroso aqui, o que felizmente não acontece. Meu problema inteiramente foi com o Alex. Não gostei do personagem, achei ele um mala, como se tivesse algo sendo escondido por parte dele. Minha maior dificuldade em livros assim é gostar do casal porque eu vejo que os autores colocam um par “mais do que ideal” pros personagens, aquele personagem que é perfeito, te entende, não tem defeitos e Alex foi exatamente assim. Enquanto Lucas era divertido e espontâneo, Alex era completamente mecânico. Minha opinião em relação a ele foi tão ruim que eu até desejei que Lucas fosse o escolhido da Lena, o que vocês percebem que não rolou.

O fato de não ter gostado do Alex ajudou para eu não ter aproveitado muito a obra. Toda vez que Lena via ele, falava com ele, ela endeusava ele de alguma forma, como se ele fosse o Sol da Terra dela, como se ela nunca tivesse sido tão feliz sem ele junto, isso me deu náuseas. Talvez você que for ler este livro goste mais do personagem e assim crie uma empatia maior com ele, comigo não rolou e por isso eu não gostei muito de Como eu imagino você.
Minha autoria
Pra não mentir, eu até comecei a gostar do Alex, mas umas 10 páginas antes do livro acabar, que foi outra coisa que me incomodou. As histórias com poucas páginas geralmente conseguem ser leves e despretensiosas, mas Como eu imagino você me pareceu uma história sem diversão, pouco aprofundada e com elementos que poderiam sim, terem sido melhor trabalhados. Teve uma cena lá que eu ainda estou entendo porque diabos ela foi aparecer aqui, tipo, não tinha conexão nenhuma com a história, simplesmente apareceu na narrativa, dando alusão a um outro tema que poderia ter sido trabalhado, mas que o autor só preferiu pincelar em uma simples página. Ou seja, ficou estranho.

Não só de defeitos se faz o livro, eu realmente gostei da Lena, do Lucas e de sua situação. Acho que foi muito interessante ver uma pessoa tão jovem perdendo sua visão, foi triste também constatar que Lena nunca poderia saber realmente como é seu rosto, já que ela não consegue enxergar isso. Gosto de livros com temas assim, que acabam nos deixando fora da zona de conforto. Teve resenhas que li que as pessoas disseram que choraram com a história. OK, eu acho que não é pra tanto. O livro pode sim emocionar se você acabar gostando de tudo, mas de alguma forma, ele soa tão superficial que eu acho difícil realmente se sentir impactado pela história. Antes de terminar, queria falar sobre essa edição que ficou maravilhosa, eu amei essa capa, ela é linda!
Minha autoria
Como anda o projeto?
JAN - livro que tenha sido lançado nos últimos 4 meses
FEV - capa colorida
MAR - escrito por uma mulher
ABR - Ana escolhe
MAIO - fale sobre mãe/família
JUN - Miriã escolhe
JUL - Rebeca escolhe
AGO - ler pelo menos 2 livros no mês
SET - livro nacional
OUT - livro de suspense/terror
NOV - protagonista homem
DEZ - livro que fale/se passe na época do Natal

Comentários

  1. Já tinha lido outra resenha deste livro e foi bem positiva, a sua foi mais sincera hahaha eu também não gosto de personagens perfeitos, até porque eles não existem! A premissa da história é interessante, mas não fiquei muito empolgada para ler.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cássia. Eu vi só resenhas positivas também e achei que fosse gostar por isso, mas cada um tem sua experiência né.

      Excluir
  2. Sinceramente, lendo o resumo no início, eu me interessei pela história e fiquei muito curiosa com o romance, acho que talvez eu iria gostar, mas você citou o Alex como tudo que eu mais odeio em um personagem masculino. Essa perfeição que se torna até mecânica me estressa muito.
    De verdade, acho que eu se tiver a oportunidade vou lê-lo porque fiquei curiosa coma história, mas estou um pouco desanimada. É triste quando percebemos que um autor talvez não tenha realmente conseguido se aprofundar em sua própria história.
    De qualquer forma, talvez eu leia ele. Adorei, de verdade, sua resenha super sincera.
    É claro que adorei, né, você sempre nos post's, não sei como ainda me surpreendo.

    Beijos.
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi. Acho que cada leitor terá uma experiência, talvez você goste do Alex, eu tentei mas não consegui kkkk eu vi que ele era tão perfeito que comecei a achar que ele tinha algum problema por detrás daquilo, mas não, ele realmente era assim, o que acabou me frustrando um pouco, porque ele realmente é perfeito.

      Excluir
  3. Oi Mi,
    Eu fico namorando esse livro lá na Saraiva, mas o preço ainda estava salgado para comprar, rs.
    A temática me interessa e por ser nacional, fico animada. Quero ler, mesmo com suas observações.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ale. Eu comprei na Amazon e com frente deu uns 30 reais, mas acho que vale a pena se você quiser tanto ler.

      Excluir
  4. Oii Miriã,tudo bem? acabei de conhecer seu blog e já amei, tão fofinho <3 já estou te seguindo, eu gostei bastante da premissa desse livro, e mesmo com as suas observações quero ler, espero que eu goste, apesar de que se eu não curtir um personagem e quase certeza de não gostar do livro em si tbm.
    - Beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol. Seja sempre bem vinda! Eu acho difícil gostar do livro quando você desgosta de um personagem principal, mas eu amei a narrativa do autor, tirando o Alex, eu curti muito a história.

      Excluir
  5. Helloo, Mika! Tudo numa nice?!
    Menina, eu comecei a ler esse livro no ano passado, mas mesmo ele sendo pequeno não consegui terminar. Acho que parei na página sessenta e pouco, mas não deu. Achei a estória bem ruim. Não gostei do Alex como você e preferia o Lucas como o par amoroso de Lena. Teve certas coisas na leitura, sobre o sonho e a clarividência que tive que revirar os olhos. Não acredito nisso e me pareceu sem sentido, algo apenas para explicar os sonhos dela. Também não acredito em sonhos. Então esse livro não era definitivamente certo para mim. Não sei se é porque não sou entendida do assunto, mas achei que algumas coisas Lena conseguia enxergar bem apesar do problema de visão. Outra coisa. Até onde li não sabia situar a estória. Em alguns momentos soava como se ela estivesse nos EUA e em outros no Brasil. Até onde vi o autor não localizou a estória, e se o fez, não percebi. Achei meio vago essa parte.
    Enfim, acho que não vou terminar essa obra de qualquer forma. Já achei um milhão de problemas até agora e tenho certeza que o restante não me será prazeroso. Eu só gostei do Lucas. :)
    Ótima resenha.
    Beijin...
    https://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alana. É, se não deu certo na primeira vez, não adianta nada ficar forçando a leitura. Eu li porque eu precisava para o desafio, o que não foi muito difícil já que o livro é curto e eu gostei da narrativa do autor, mas a história é realmente fraca, chegou uma hora que eu ansiava terminar logo por que não aguentava mais aquilo. Alex não colou comigo também kkk Lucas foi melhor <3

      Excluir
  6. Oi, Mi!
    O livro parece ser bem fofinho, mas triste ao mesmo tempo.
    Eu vi em outra resenha que esse Alex é muito perfeito e eu já não curti muito isso >< Mas acho que vou dar uma chance ao livro sim.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu. Eu até gosto de personagens assim mas enjoei, então fiquei com um pé atrás em relação a Alex, e não rolou a empatia.

      Excluir
  7. Oi, Mika!
    Eu não li esse livro ainda, mas vi algumas resenhas bem positivas.
    Adorei sua sinceridade e não sei se gostaria tanto assim de Alex. Eu gosto mais de personagens com segredos, defeitos e que aos poucos aprendemos a gostar.
    Talvez eu leia, mas não vai ser uma prioridade.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari. Tô contigo, eu gosto mais de personagens reservados e taciturnos, sempre me chamam mais atenção, mas vai que você lê e gosta do livro.

      Excluir
  8. Oi, Mi

    Acho que esse não é um enredo para ser trabalhado em 190 páginas. Ontem mesmo eu li a resenha que a Carol do Caverna Literária fez, e algumas ressalvas são até parecidas, como essa perfeição do Alex, por exemplo. ODEIO essa perfeição que alguns autores insistem em criar, não existe ser humano perfeito!
    E esse lance meio fantasioso de clarividência e afins não me atrai, achei farofado demais, enfim, não é um livro que eu leria, infelizmente.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tami. Eu também não curto esse negócio de adivinhação, e acho que se tivesse mais páginas, o autor poderia ter desenvolvido melhor o enredo, o que foi uma pena.

      Excluir
  9. Oie
    Eu andei lendo algumas resenhas sobre este livro e fiquei bem interessada, além de ser um livro curto tem um enredo que me agrada, parece ser bom. Gostei de saber sua opinião e ressalvas.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa. Tomara que você goste então, infelizmente eu não curti muito.

      Excluir
  10. Primeiramente, amei que agosto vão ter dois livros. Faz jus ao fato de ser um mês eterno HAHAHA! Acabei de ler em outro blog uma resenha de outro livro do mesmo autor, falando muuuuito bem dele e tudo mais. Foi bom ler outra opinião logo depois, porque achei que era só aquele onde um narrador homem se coloca na perspectiva feminina, e confesso que não gosto muito disso, não, embora seja uma experiência diferente. Às vezes ok, toda vez, não. Me incomoda um pouco. Que pena que você não curtiu tanto a leitura. Fiquei curiosa com o autor de qualquer jeito, e talvez leia aquele outro livro dele (não lembro o nome agora).

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Caroline. Não lembro se já ouvi falar de outro livro do autor, mas eu daria uma chance a ele de qualquer forma.

      Excluir
  11. Olá, Miriã.
    Eu já tinha lido uma outra resenha desse livro e meu receio ficou por conta do protagonista perfeito. Eu não gosto quando insistem nisso sendo que ninguém é assim. E também não sou muito fã de misturar essas coisas meio sobrenaturais porque não acredito também. Apesar da capa linda, acredito que não lerei.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil. Eu concordo com você, os elementos para esse livro não me agradaram de forma alguma, mas a narrativa do autor é muito gostosa de ler.

      Excluir
  12. Oi Mi, tudo bem???
    Eu amei a capa deste livro é linda demais e fiquei extremamente curiosa. Mas depois que vi a quantidade de páginas dei uma brochada, porque livros curtos na maioria das vezes me deixam frustradas por muitas questões que você levantou, então infelizmente a curiosidade se foi. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dih. Eu costumo gostar de livros curtos se forem leves e romances fofos, mas o autor trouxe questões que poderiam ter sido melhor trabalhadas em mais páginas.

      Excluir
  13. Eu concordo que muitas partes ficaram a desejar, também senti falta de conhecer mais os outros personagens, como o Lucas e a Kayla. Na minha resenha, vou falar melhor sobre minha opinião.

    https://thatisrealme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aninha. Vou ler sua resenha agora, mas já percebi que você foi mais generosa em sua avaliação haha

      Excluir

Postar um comentário

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤