O garoto que eu abandonei - Raíza Varella | Resenha


O que você perdoaria por amor?Em O Garoto que eu Abandonei vamos conhecer a história do último encantado dos irmãos Bittencourt. Gustavo mantinha uma namorada secreta a meses com medo da reação de sua família e principalmente de Bárbara, sua irmã caçula, afinal ele sabia que ela não aceitaria facilmente esse relacionamento por ter um passado com a mulher que ele acredita amar. Quando o segredo vem à tona ele decide se casar com a moça doa a que doer, lançando ao vento um desafio tentador a Bárbara: Afundar o casamento a qualquer custo, mesmo para que para isso ela precisasse colocar o seu felizes para sempre com um certo garoto dos olhos azuis em risco! A solução? Recorrer a uma misteriosa mulher do passado do irmão. Ela não sabe nada sobre a moça misteriosa, a não ser que ela partiu o coração de Gustavo em um milhão de pedacinhos depois o abandonou. Se ele a amou ao ponto de escondê-la de todos será que ficaria balançado se a visse novamente? Bárbara acredita que vale a pena tentar, afinal a ruiva com os olhos cinzentos e infelizes parece ser sua última e única opção. O que ela não imaginava é que a história dos dois é mais profunda do que se deixa transparecer.Marcela é morta por dentro. Uma detetive particular de humor ácido que não tem papas na língua, pesa mais do que gostaria, e guarda dentro do peito uma dor feroz e uma saudade absurda após perder toda a família em um acidente de carro, também é a Branca de Neve de um certo príncipe encantado. Será que ela será a arma certa para impedir o noivo de chegar ao altar?Em meio a encontros e desencontros, um passado secreto, muitas mentiras e uma maça envenenada poderá existir um final feliz?
Chick-lit, romance | 450 páginas | Publicação independente

Gustavo Bittencourt sempre foi o filho mais gentil e mais carinhoso dos irmãos, aquele que desejava ser O garoto do cavalo branco que sua avó sempre contava nas histórias para eles quando eram crianças. Gustavo queria seu final feliz, formar uma família. Mas ele fez a maior cagada ao escolher Camila para ser sua noiva. Camila é uma mulher fútil, egoísta e uma das inimigas mortais de Bárbara, irmã de Gustavo, isso porque no primeiro livro Camila ficou nua na cama de Ian para  tentar separá-los.

Escolher Camila para ser sua esposa é uma das maiores traições que Gustavo pode fazer e ele não somente terá que lutar para ficar com ela, como também terá que escolher entre Camila e sua família. Mas Bárbara não irá deixar as coisas tão fáceis assim. Intrometida como sempre, ela descobre que existe uma mulher no passado de seu irmão que o magoou muito e que pode ser sua única chance de acabar com o casamento, já que Gustavo foi completamente apaixonado pela moça.
Marcela já teve muitas perdas na vida. A mulher espirituosa e feliz deu lugar a uma ressentida e amargurada. Sendo detetive particular, Bárbara a contrata para descobrir se Camila está traindo ou não seu irmão, mas assim que descobre que a megera está noiva de Gustavo, um amor do passado, ela logo cai fora do caso. O problema é que há muito caroço ainda nessa angu e uma aproximação entre os dois reascende a amizade e a chama de paixão do passado.

Mas será capaz Gustavo largar a noiva prestes ao altar para viver seu tão sonhado final feliz com Marcela, essa que sempre o abandonou e tem um importantíssimo segredo para contar?

O garoto que eu abandonei foi um livro encantador. De início conhecemos Marcela e seu passado, iremos perceber o quanto essa mulher sofreu durante longos anos, a dor da saudade da família, assim como a descoberta de algo que abalou sua confiança. Marcela não é uma personagem que foi fácil gostar. Apesar dos comentários engraçados e sarcásticos, a auto estima mesmo sendo acima do peso e das conversas loucas que ela tem na sua cabeça, achei a personagem muito ressentida, a lá Severus Snape. Ela não consegue seguir em frente, não se dá uma chance para deixar o passado pra trás, pior, fica chorando sozinha, se embebedando pra abalar a dor, mas isso só a torna mais fraca de espírito, o que me incomodou.
Mesmo assim não dá pra dizer que não entendemos as queixas da personagem. Ela tem motivos de sobra pra sofrer, assim como tem um azar do tamanho do mundo, mas até eu queria que ela se tocasse e desse a volta por cima. O que ela faz, só que demora longas 400 páginas para acontecer.

Gustavo foi o irmão que menos aparecia nas outras histórias e eu também percebi que apesar do livro ser sobre ele, é Marcela que suga toda a trama e o desenvolvimento. Ele não é posto de lado na história, mas não tem tanto destaque quanto ela, mesmo assim, não foi um problema para mim, apesar deu querer ter entendido melhor sua personalidade.

O fato dele estar indo contra a vontade de sua família e ficar com Camila, mesmo sabendo que ela não presta irrita, mas entendemos que ele quer tomar suas próprias decisões, assim como tem um coração de ouro para dar segundas chances. O mais legal também é que a trama não fica só preso nos dois casais. A gente ainda vê muito de Bárbara e Ian ainda e todos os seus dramas.
E por falar em drama, meu Deus, quanto drama esse livro tem! O livro passado tinha momentos de tensão, mas também era bem divertido. Já O garoto que eu abandonei tem poucos momentos descontraídos e pesa mais para o lado dramático. São tantas descobertas, desencontros, amores reprimidos que a história dá voltas e voltas e o casal não consegue ficar logo junto. É algo cansativo, mas nada que atrapalhe o desenvolvimento de toda a obra.

E caramba, a Raiza conseguiu me surpreender completamente. Algumas coisas são meio óbvias, mas caminhando para o final ela conseguiu trazer uma bomba daquelas! Eu fiquei louca e reitero, traz um livro do Nick e da Valentina pra mim, vai ser muito legal!

O garoto que eu abandonei fecha muito bem essa trilogia dos irmãos Bittencourt. Os personagens são adoráveis, divertidos e muito loucos. Eu tenho absoluta certeza que vou sentir falta dessa família e de suas brigas. Indico para todos os amantes do gênero!

12 comentários:

  1. Oi Mika! Depois de ler tua resenha sobre o segundo livro da trilogia, todos eles foram direto pra minha lista de desejados. E como quero ler esses livros, menina!!!! E são trilogia, chick lit, irmãos... ah, tudo que eu adoro!
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiii Mika

    Eu não sabia que esses livros eram parte de uma trilogia, achei que eram independentes apesar dos titulos e capas semelhantes / combinando.
    Eu achei a história bem fofinha, parece ser um livro gostoso pra ler entre leituras mais densas. Além disso é nacional e eu quero ver se leio mais autores brasileiros, há verdadeiros talentos aí que vale a pena conhecer com certeza.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mika!
    Eu não consigo gostar das capas desses livros. Elas são bonitas, mas parece que não combinam com a leitura, não sei! Posso achar isso porque não li nenhum, né? hahahaha Eu não tenho muita vontade de ler, pela quantidade de drama existente neles. Não estou em um momento para isso, mas quem sabe mais para frente...
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi

    Eu acho as capas dessa trilogia lindas, amo cavalos! E mulher, ok que o cara quer tomar as próprias decisões, mas se casar com uma mulher dessaa?
    E achei muito legal a Marcela ser detetive, é uma profissão não muito comum para mulheres nos livros, ainda mais em um livro que não é um thriller.
    Não sei se ia ter força de vontade pra esperar 400 páginas pada vê-la dando a volta por cima! Hahahahha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. Oi oi querida!
    eu ainda não li nem o primeiro livro da autora, imagina o terceiro?!
    Após a sua resenha super esclarecedora, acabei vendo que estou perdendo a chance de ler um super nacional.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Mika,
    Eu AMEI o fato dela ser detetive particular. Eu preciso dar uma olhada, porque um deles eu ainda não tenho. E eu to muito chocada com essa Camila, já vi que vou torcer pra Barbara a trama inteira. Tem esse lance do drama em excesso, mas quando o livro é bom, flui né?

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. Primeiro que essa capa é lindíssima, nos transmite uma paz olhando pra ela.
    Adoro.
    Não li o livro, mas o romance em si eu fujo um pouco, mas gostei tanto da capa que daria uma chance, sem dúvidas.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Mi,
    Tenho esse livro no kindle e estou louca para lê-lo.
    Tive o prazer de conhecer a Raiza e fiquei ainda mais empolgada para ler com a simpatia da autora.
    Alias, e essa capa maravilhosa, hein?
    AAAAAAAAAAAAA, vamos nos ver hoje!!!!!!! <3
    Beeeijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Amei a capa e a resenha ♥

    http://gotasdecafe.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Miriã, tudo de boinhas?
    Menina esse livro não é muito dentro da minha vibe não, essa coisa de relações complicadas e dramas no romance costumam não funcionar muito comigo. O que é um porre, porque perco de ler vários livros legais por causa disso. Acho que eu teria problemas com essa leitura pelo lance da noiva sendo "a pior pessoa do mundo", sabe? As vezes a personagem realmente é, eu sei, mas me incomoda como as autoras adoram usar sempre "a outra" como recurso de narrativa. E ela sempre vai ser fútil e malvada e blablabla (isso quando não é infiel também), só pra ser o ponto contrário ao da protagonista. Sempre odiei isso, e agora com toda essa visão feminista que eu to me aprofundando, cada vez odeio mais. NÃO AGUENTO MAIS ESSA RIXA ENTRE MULHERES, SOCORRO! hahahaha

    Att.,
    Eduarda Henker
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ainda preciso ler esse livro, li os anteriores e fui surpreendida com o quanto eu gostei das histórias tendo em conta que demorei pra querer lê-los por não gostar das capas haha. Mas, e apesar de já ter me irritado com essas decisões de Gustavo eu quero muito terminar essa trilogia e só não adquiri o livro ainda pois tenho esperança dele ter um físico, acho que até agora só tem em e-book e confesso que não me atraem tanto histórias com a média de 400 páginas pra ler no celular, minha bateria não aguenta muito rsrs. Ainda assim assim se demorar muito, vou ter que ler o e-book mesmo e espero ter uma boa experiencia com essa conclusão e também ser surpreendida como você. Ótima resenha :D

    ResponderExcluir
  12. Que capa mais linda, fiquei boquiaberta com ela. Depois de ler sua resenha só aumentou minha vontade de conhecer!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post.
Aproveite e deixe seu link, para que eu possa retribuir sua visita! ❤