Facebook

Como eu imagino você - Pedro Guerra | Resenha

Não consigo definir o formato do seu rosto, muito menos se aquele borrão embaixo é uma barba rala ou não. Percebo que o cabelo é volumoso e tento desenhar na minha mente as ondas que aqueles fios formam. Uma doença rara diagnosticada na infância nunca impediu Helena de enxergar o mundo, e mesmo com todos os obstáculos, ela é uma jovem alegre, independente e muito sensível. Mas é à noite que Lena sente seu coração se encher de dúvidas e agitação ao se “encontrar” com um misterioso rapaz que surge constantemente em seus sonhos. E, apesar de não enxergá-lo com nitidez, ela sabe exatamente como ele é. Um dia, seus pais precisam fazer uma viagem e a jovem é obrigada a ficar sozinha em casa. Quer dizer... não totalmente sozinha. Sua mãe havia contratado um rapaz para cuidar do jardim. E aquilo que parecia ser uma visita indesejada pode trazer uma enorme mudança em sua vida. Para sempre... “Posso vê-lo mais do que a minha capacidade de enxergar permite. Consigo ver que ele é diferente."
Romance | 190 páginas | Editora Gutenberg

Como eu imagino você foi o primeiro livro escolhido para o Projeto Buddy Read, que conta com a participação de mais dois blogs (That is real me e Escrevendo e Rabiscando). O livro de Janeiro deveria ser um lançamento de até quatro meses atrás, e por isso escolhemos este. A narrativa em primeira pessoa conta sobre Helena, uma garota de 18 anos que tem uma doença onde sua visão frontal é totalmente prejudicada, tendo somente 20% dela. Ela só consegue enxergar com a ajuda de óculos e uma lupa, e mesmo assim dificilmente. Porém, sua visão periférica é completamente perfeita, o que seria um prêmio de consolação se ajudasse em alguma coisa.

Seus pais, que são biólogos, precisam viajar a trabalho mas não querem deixar Lena sozinha em casa. Depois de muito insistir, ela consegue um voto de confiança e pela primeira vez irá passar alguns dias sozinha. O problema é que sua mãe acabou contratando um jardineiro para cuidar do jardim da casa dela, e se esqueceu completamente de avisá-la. Lena tem medo de que um homem possa se aproveitar da sua deficiência, o que não é bem o que acontece.
Minha autoria

A garota dele - Simone Elkeles | Resenha

A garota dele é o aguardado spin off de Amor em jogo, de Simone Elkeles. No livro, a autora best-seller explora a história conturbada de amor e de amizade entre Monika e Victor, personagens já apresentados no primeiro livro.
Victor Salazar tem má fama no colégio por causa das brigas em que se envolve e por suas notas baixas. À parte as impressões superficiais, Victor tem um bom coração e está sempre tentando proteger as pessoas que ama. Filho de mexicanos, o garoto não tem uma boa relação com o pai e vive com o dilema angustiante de ser apaixonado por Monika, a namorada de seu melhor amigo Trey.
Inteligente e educado, Trey parecia ser o par perfeito para Monika, mas assim que o terceiro ano começa, ele deixa o namoro em segundo plano para se dedicar às missões de se tornar o primeiro da classe e vencer o campeonato estadual de futebol. O relacionamento dos dois começa a esfriar e alguns acontecimentos surpreendentes vão aproximar Monika do “bad boy” Victor.
Com capítulos intercalados, que narram a história sob a perspectiva ora de Monika ora de Victor, o romance preserva o ritmo de suspense e também a complexidade e os desejos de cada um dos personagens. Assim como em Amor em jogo, Simone Elkeles apresenta uma linguagem descontraída ao mesmo tempo em que constrói um enredo profundo e comovente, no qual discute questões como família, amadurecimento e princípios.
Romance | 304 páginas | Editora Globo Alt 

A garota dele é um spin-off da série Amor em Jogo que vai contrar a história de Victor Salazar e Monika, melhores amigos de Ashtyn. Vic há muito tempo nutre uma paixão não correspondida por Monika, mas a única pessoa que sabe disso é Ashtyn, já que Monika namora seu melhor amigo Trey. Apesar de saber que desejar a namorada do melhor amigo não é a melhor coisa que um amigo pode fazer, Vic leva sua amizade com Trey muito a sério, fazendo qualquer coisa por ele.

A postura de Vic na escola não é a das melhores: notas baixas, muitas ídas a sala da diretora e confusão estão no currículo dele. O pai dele também não ajuda em nada, sempre jogando na cara o fracasso que Vic é, o que é mais um motivo para ele continuar com essa postura.

Há três anos Monika e Trey estão em um relacionamento daqueles que dão inveja. Porém, Monika sente que Trey já não é mais o mesmo que antes. Ele se mantém distante, muitas vezes cansado e 24h respondendo mensagens no celular. Se não bastasse isso, Monika esconde um segredo de todos sobre sua saúde, e cada vez mais fica difícil de esconder para os amigos o que ela realmente tem.
Minha autoria

5 músicas nostálgicas que eu amo

A música sempre é algo constante em nossa vida, né? Eu amo ouvir músicas mas confesso que ultimamente os lançamentos tem me passado batido já que não ando prestando muita atenção no que é novo e no que não é. Independente disso, parece que algumas músicas acabam dando aquele sentimento de nostalgia na gente, que para alguns pode ser ruim, pra mim é maravilhoso porque eu adoro me sentir assim. Abaixo tem algumas indicações de músicas que eu adoro e que sempre me fazem pensar em coisas boas.

Os casais mais fofos dos YAs e NAs

Desde que o ano começou estou na vibe de ler livros Yas e NAs, se me interesso por um automaticamente termino e já vou ler outro, e isso não se mostra nem um pouco enjoativo para mim, pelo contrário, eu gosto muito. E não é a toa que eu já li muitas histórias de adolecentes interessantes e legais, com um casal fofo que a gente super torce para dar certo e alguns com problemáticas interessantes e muito bem abordadas, outras nem tanto assim mas que conseguem cativar a gente. E é justamente deles que eu vou falar, os casais que mais aqueceram meu coração em todas minhas leituras do gênero e que eu levo pra vida com um grande carinho. Vamos conhecê-los?

Amor em jogo - Simone Elkeles | Resenha

Ashtyn Parker já está acostumada a ser abandonada, e aprendeu a não se deixar envolver demais em nenhum relacionamento. Quando sua irmã mais velha volta para casa, depois de dez anos, com um enteado a tiracolo, ela não quer saber de nenhum dos dois. O que Ashtyn não esperava é que o tal garoto mal-encarado e sem nenhum limite seria também... Irresistível.
Depois de ser expulso do colégio interno em que estudava, Derek Fitzpatrick não teve outra escolha senão ir morar com a esposa de vinte e poucos anos de seu pai, que está viajando pela Marinha. Além de ter que aturar a madrasta, ele recebe a notícia de será obrigado a se mudar da Califórnia para sua cidade natal, Illinois. A vida não tinha mesmo como ficar pior..
Ashtyn se esconde atrás de uma fantasia da vida perfeita: boa aluna, a única menina – e capitã! – do time de futebol americano da escola e namorada do quarterback promissor. Tudo parecia um conto de fadas. Ainda assim, ela se sente deslocada, e tem um plano para deixar tudo pra trás e correr em busca da bolsa de estudos em alguma faculdade bem longe de sua vida atual.
Tudo o que Derek menos quer é participar de mais um drama familiar – já bastam os seus. Agora, ele se vê preso a uma casa estranha, com pessoas que não conhece e em uma cidade bem diferente do que está acostumado. O que ele não esperava era que aquela garota briguenta e fã de junk food seria capaz de mexer tanto com seus sentimentos. Ainda mais ele, tão acostumado a descartar meninas por aí.
Para azar – ou sorte!? – de Ashtyn e Derek, o destino ainda guarda mais uma reviravolta na manga. Mesmo com hábitos, ideias e sonhos completamente opostos, um desejo incontrolável surge entre os dois e, juntos, eles enfrentarão o desafio de vencer os preconceitos e os tabus da cidade em que vivem, além de seus próprios medos, para se entregarem completamente a uma paixão avassaladora.
Romance | 360 páginas | Editora Globo Livros

Amor em jogo é mais um dos livros que acabei lendo em poucas horas, e olha que para mim isto está sendo um feito e tanto. Já tinha visto esse livro muitas vezes por aí e mesmo sempre colocando ele na minha lista de leituras, nunca li, até que enfim resolvi fazer acontecer e li tudo em uma sentada só. Com muita graça e um enredo divertido e encantador, Simone Elkeles arrasou nesta história, se você quiser um livro simples e bom para passar o tempo.

Ashtyn Parker tem 17 anos e acaba de ser eleita a capitã do time de futebol americano de sua escola. Isto é um feito e tanto já que a garota é a única menina do time composto por vários homens, entre eles está Landon McKinght, seu namorado, Vic, Trev e Jet, seus melhores amigos. O que poderia ser um dia feliz não acaba terminando bem já que Ashtyn jurava que seria Landon que conseguiria o posto de capitão, e pela cara de emburrado dele, ele também pensava o mesmo.
Minha autoria