Há algum tempo que queria falar com vocês a respeito das parcerias com editoras, mas ontem foi o passo inicial que eu recebi devido a uma conversa minha com a Kamilla, do Lendo e Apreciando, e isso me abriu os olhos para uma coisa que nós blogueiros literários fazemos muito: superestimar a parcerias com editoras como uma forma de saber se seu blog tem qualidade ou é bom.

Vou falar do meu caso porque é assim que me vejo. Eu me inscrevi para várias parcerias e acredito que meu blog poderia ter passado ao menos em alguma seleção, coisa que não aconteceu. Eu sempre fico muito triste porque fico com aquela sensação de que meu conteúdo não é bom o bastante, e olha que eu sempre me esforço muito para trazer coisas diferentes para o blog. Então, o que realmente conta nessas seleções? Seu conteúdo, a forma como você escreve suas resenhas e define sua opinião, ou o seu número de seguidores e visualizações?

Essas rejeições só me fizeram perceber que em sua maioria, as seleções só fazem com que a gente menospreze nosso próprio trabalho e acabe ficando chateado com coisas que realmente não tem tanta importância assim porque acreditamos que ter um selo de editora é fundamental para um blog literário, e cara, não é.

Nem sempre um blog que conseguiu parceria com alguma editora tem um conteúdo bom. Quantos blogs maravilhosos por aí que eu vejo que não tem sequer 100 seguidores mas que conseguem cativar o público, consegue mostrar posts de qualidade e que as editoras sequer olham duas vezes, ao contrário de vários blogs que tem 3k de seguidores, várias redes sociais super badaladas mas que não conseguem trazer o melhor de si em seus posts. Não estou criticando os blogs que conseguem parcerias com as editoras, na verdade eu fico bastante feliz com quem consegue porque caramba, são tantos blogs e tão poucas vagas, que fica até fácil entender porque a gente não foi seleciado, mas até quanto a gente consegue perceber uma arbietrariedade na hora de escolher qual blog vai ou qual blog que fica?

Esse post é principalmente para as blogueiras que assim como eu colocam expectativas demais em apenas uma resposta. Se você ganhou um não, não fica triste, apesar da decepção ser grande, continue fazendo seu conteúdo bonitinho, agradando seus leitores e principalmente você mesma, porque apesar de parceria com editora ser algo muito legal e motivo de orgulho, não são elas que definem se seu blog é bom ou não, é o seu público. Então nada de tristeza, ano que vem volte com tudo para tentar de novo, e mesmo que não consiga, não fique triste e tente mais uma vez. Afinal, o não você já tem, agora só precisa do sim!

Quando eu estava terminando esse post, eu vi o blog da Nessa e ela falou exatamente isso que eu estou comentando nesse post. Seria bom se vocês pudesse dar uma olhada lá no blog dela [link]

Lucy Rigby tem uma carreira brilhante pela frente, especialmente depois de conseguir o papel principal em Dinastia, a adaptação de uma famosa saga de livros históricos. Mas, como se não bastasse viver a sua heroína preferida na TV, ela terá de contracenar com Jasper Whitman.
Britânico, lindo e amado pelo público, Jasper não é apenas o par romântico de Lucy - mas também o ídolo da sua adolescência, famoso pelos romances com suas colegas de elenco.
Em um mundo onde todos tem uma opinião online, os paparazzo são como ninjas e os sentimentos de Lucy se confundem entre o ator e a personagem, poderiam eles fazer uma série de sucesso? E estaria Jasper verdadeiramente interessado nela ou Lucy seria apenas outro nome na sua lista de conquistas?
As vezes, os bastidores da fama são mais complicados do que os tabloides fazem parecer.
Romance | 158 páginas | Editora Amazon

Que livro minha gente! Vocês não tem noção do quanto estou animada ao fazer essa resenha para vocês. Como comentei há algum tempo atrás, eu estou passando por uma ressaca literária horrorosa nesse momento, tanto que não tô conseguindo manter minha atenção em nenhum livro, e olha que eu já comecei vários, foi aí que a Layla anunciou que Nos bastidores da fama seria lançado neste mês, e cedeu gentilmente seu livro para a resenha. Mesmo com o começo difícil porque realmente não conseguia me prender a leitura, quase na metade dela eu simplesmente engrenei e acabei terminando-a em poucas horas.

O livro é escrito em terceira pessoa e conhecemos Lucy Rigby, uma atriz que fora escalada de última hora para dar vida a lady Cassiopeia, a heroína de uma famosa série de romances de época, chamada Dinastia, que será a nova série do canal TV9. Lucy sempre fora fã da saga histórica, já que acabou conhecendo os livros de Louise Duncan através de sua mãe que também é apaixonada por Cassiopeia e todas as intrigas que permeiam o enredo de Dinastia.
Minha autoria

Categorias: ,

Eu devo ter uma alma de 70 anos no corpo de 20 porque eu amo músicas antigas, aquelas que a gente ouvia no Love Songs do canal da rádio 105.5 FM e que provavelmente seu pai ou sua mãe conhecem, e talvez mesmo você porque assim como eu, é apaixonada por músicas nostálgicas. Resolvi fazer essa play com apenas cinco músicas em homenagem aos meus pais (no caso pai e padastro) porque são eles que me influenciam a ouvir música boa de verdade!

Olá, amiguinhos. 
Quem estava aguardando a continuação de Mônica e Enzo e Todos os Dias, escrito pela Denise Flaibam, pode comemorar. O segundo livro já tem previsão de lançamento para o dia 31 de Março, e já temos a capa revelada! Preparados para as fortes emoções?
 SINOPSE:
Lílian está pronta para um novo começo. A garota maravilha da família Garcia teve um primeiro ano desastroso na faculdade, e deixou tudo para trás a fim de se reencontrar em casa e decidir o que fazer com o seu futuro. Agora ela está disposta a conquistar sua segunda chance, contando com a ajuda de antigos amigos para esse recomeço.Embora um grande ímã para desastres, Lílian está animada com todas as possibilidades. Só tem uma coisa que ela não tem certeza de que pode consertar: Gregório.O rapaz tímido e reservado, de presença marcante e sorrisos inesquecíveis, fez parte das boas memórias que ela criou na faculdade. O único problema é que Lílian partiu seu coração, e foi embora logo em seguida.De volta à rotina, ela vai precisar de todo seu bom humor e coragem para corrigir os erros do passado e reconquistar o garoto por quem é apaixonada.
Lílian e Gregório e a Segunda Chance é uma história divertida e nostálgica sobre perdão e confiança. Sobre até onde é possível ir para lutar por um amor.
 
Confira alguns quotes do livro: