Categorias: ,


Quando seu noivo, Rob, rompe o noivado pela terceira vez, Viv faz o que qualquer garota faria: procura as respostas para suas angústias no Google.
Ao deparar com inúmeras histórias de abandono e sofrimento, ela decide criar seu próprio site de autoajuda para pessoas que tiveram o coração partido. Mas, depois de passar pelos três estágios essenciais do rompimento (negação, vodca e um corte de cabelo desastroso), Viv começa a acreditar que ainda não é tarde demais para tentar – e conseguir – reconquistar Rob.
Quando tudo sai de controle, após uma embriagada declaração de amor em um momento extremamente inapropriado, seu melhor amigo – o desajeitado Max, um pinguço movido a tequila – é quem está lá para tentar recolher os pedacinhos que sobraram de Viv e colocar tudo de volta no lugar. Agora – depois de fazer uma gigantesca escolha errada e ganhar um ex-noivo –, ela precisa encarar a seguinte questão:
Qual é a maior loucura que você faria por amor?
Chick-lit | 364 páginas | Editora Bertrand Brasil 

Terminei esse livro hoje, há exatos 10 min, e vim fazer essa resenha correndo pra vocês. O negócio é que estou há tanto tempo sem ler que qualquer coisinha que me prende atenção agora já me faz feliz. Como deixei meu exemplar de Corte de Espinhos e Rosas na casa da minha tia, fiquei sem nada para ler, por isso resolvi arriscar com Embuscadoamor.com.

O livro fala justamente sobre o amor, corações partidos, vida amorosa, relações e tudo o mais, e assim conhecemos Viv, que vai tentar se casar com Rob pela terceira vez. Nas outras duas vezes ele desistiu na última hora, mas ambos continuaram firmes e fortes, ainda mais Viv que quer muito formar uma família, e dessa vez vai dar certo, até que o inevitável acontece e Rob desiste pela terceira vez de subir ao altar.

Cansada e até mesmo confusa em relação a seus sentimentos, Viv resolve sair da casa que dividia com Rob, mas acreditando piamente que ele a procuraria todo arrependido depois de colocar a cabeça no lugar. É claro que isso não acontece! Ele já arranjou outra namorada, a perfeita Sam, e até mesmo irá casar com ela, tudo isso em apenas um mês após a separação com Viv.
Minha autoria

Categorias: ,

Comprei recentemente pela loja oficial do Clube Skoob esse livrinho bem legal chamado #Por que eu leio. O livro foi lançado há algum tempo pela Harper Collins e muita gente já ouviu falar dele, ainda mais porque ele é interativo. Mas o que diabos é isso? Os livros interativos são aqueles que exigem do leitor interação, ou seja, ao ler um livro interativo o leitor não ficará parado, tendo que realizar alguma outra atividade além da leitura em si, como por exemplo, Destrua esse diário que também tem o mesmo intuito.

Categorias: ,

O ser humano não se livra de pagar mico né? E se tiver falando de mim, é aí mesmo que eu concordo. Nós leitores vivemos diversas situações muitas vezes constrangedoras e até engraçadas em nossas vidas por conta dos livros, e eu vim falar justamente sobre algumas que passei que tenho certeza que somente você, que é leitor também, vai entender.

Categorias: ,

Isso é realmente um texto! Uma coisa que vocês não sabem sobre mim é que eu detesto esses textos, crônicas e todas essas coisas parecidas, chega me dá preguiça ler algo assim juro, mas dessa vez tive que aderir a essa forma porque eu quero desabafar e não estou conseguindo fazer isso, então vai que através dessas palavras funcione.

Além de estar um tempo sem ler absolutamente nada, coisa que é muito frustrante já que dentre tantas coisas, a que menos quero no momento é ler, eu estou chateada com algumas pessoas. Sabe como é vida de "adolescente, né?". Como boa geminiana que sou, numa hora estou feliz e outras triste e dessa vez a TPM chegou e veio pra ficar. Parece que me colocaram dentro de um potinho e me deixaram de castigo lá dentro. É estranho me sentir assim porque geralmente não me importo com isso, mas a gente acaba se acostumando com a presença das pessoas em nossa vida, e a cada rejeição seja uma mensagem não respondida, um oi dado de forma errada machuca o coração da gente.

Se já não bastasse essa incerteza de "somos amigos ou não", eu tô que vejo aquelas pessoas que eu preciso evitar a todo momento, que abalam meu emocional e que sempre me fazem pensar em coisas que eu já deveria esquecer. Acho que tá tudo meio que dando errado neste momento e estou num limbo inconstante nesse mês de Fevereiro. Tudo o que mais quero nesse momento é férias, ir a praia, curtir muito o sol e esquecer os problemas e minhas crises existenciais. VAMOS QUE VAMOS FEVEREIRO! Março já está aí e só desejo que essa ressaca passe, essa tristeza também e que o ano de 2018 enfim comece.

Sem mais,
de uma geminiana tristonha.

Oi gente! Eu resolvi começar esta nova coluna aqui no blog e tenho certeza que vocês já conhecem. Não é sempre que irei falar sobre as leituras atuais, mas o livro em questão é Corte de Espinhos e Rosas, então acho que seria legal falar um pouco sobre ele.
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Número de páginas: 434

Primeira frase da página 100:

Um céu noturno, estrelado e sem nuvens, tranquilo e brilhante e infinito.

Do que se trata o livro?

Existe um mundo chamado Prythian que é habitado por feéricos e humanos. Durante logos anos, os humanos foram escravizados por esses seres mágicos até que um dia se rebelaram, e um Tratado fora criado, além de uma grande Muralha que separa os dois povos. Feyre é uma jovem de 19 anos que caça para ajudar a família composta por um pai aleijado e duas irmãs mais velhas completamente egoístas. Com a ajuda de seu arco e flecha, ela consegue trazer comida para dentro de casa e até mesmo traz alguma renda com a venda da pele dos animais. Um dia, ela acaba matando um feérico e só por isso, ela deve dar sua vida em troca da que roubou. Mas Tamlin, o Grão-Feérico que vem buscá-la resolve lhe dar uma chance de viver, mas para isso ela precisa abandonar sua família e viver no outro lado da Muralha com os feéricos. A partir daí, Feyre começará a descobrir mais sobre Tamlin e outros da sua espécie, ao mesmo tempo que vai desconstruindo os estereótipos a respeito dos feéricos.


O que está achando até agora?

Particularmente acho um milagre ter começado a ler essa fantasia e até agora não ter abandonado, já que infelizmente estou passando por uma ressaca que me faz perder a atenção em qualquer leitura. Então estou gostando da leitura, a narrativa da autora é simples e muito gostosa de ler, além de ser em primeiro pessoa, coisa que facilita muito a leitura para mim.

O que está achando da personagem principal?

Feyre é uma personagem muito cativante, isso porque além dela sustentar os embustes que é o pai e as irmãs, ela é corajosa e tem uma língua muito afiada, então já me vi representada haha Algumas horas acho que ela é meio desbocada e mal-educada, mas imagino que a autora vá moldar a personalidade dela ao longo do livro. Fora isso gostei muito dela e até mesmo da desconstrução da educação dela, já que ela mal sabe ler e escrever, um viés muito diferente de todas as protagonistas de fantasia que vejo por aí.

Melhores quotes até a página 100:

"Minha vida agora pertencia ao Tratado, mas... talvez eu tivesse sido libertada de outra forma."

"_ Sou imortal. Não tenho nada além de tempo, Feyre."

"Fui deixada sozinha com o ser mais perigoso que já havia encontrado."


Vai continuar lendo?

Vou sim, já que estou gostando muito. Meu único problema é que li tantas resenhas que fico com aquela impressão que algo de ruim vai acontecer, por isso estou meio "desapegada" aos outros personagens, mas vamos com fé.


Última frase da página 100:

Não o devolvi.

Categorias: ,

Sei que o mundo literário cada vez cresce mais, e se a gente for contar nos dedos quantos livros a gente quer ler fica impossível colocar tudo em ordem. Boto fé que eu mesma quero ler mais de 300 livros e a cada dia vou adicionando mais um ao ranking, porém venho falar de 4 livros que eu gostaria muito que vocês dessem um chance e quem sabe pudessem ler.