Categorias: , ,


Um casamento baseado no amor, no desejo e na confiança. Um segredo guardado com a melhor das intenções. Um relacionamento — intenso e imperfeito — colocado à prova. Dean West é o grande amor e o porto seguro da vida de Olivia. Um marido dedicado, um parceiro intenso e, acima de tudo, um homem completamente apaixonado por sua mulher. Conhecedor dos segredos mais obscuros da esposa, Dean a possui por completo — hoje, amanhã e sempre. Mas o casamento aparentemente perfeito dos dois é abalado quando Olivia descobre uma faceta até então desconhecida do passado do marido. Será que a força dos sentimentos que eles têm um pelo outro será capaz de prevalecer sobre a dor da decepção? Neste primeiro livro da série Espiral do Desejo, a autora best-seller Nina Lane dialoga com o romântico que habita em todos nós, através da história de um casal apaixonado e imperfeito que conta com o poder do amor para superar as dificuldades encontradas pelo caminho.
Erótico, romance | 320 páginas | Editora Paralela 

 Despertar é o primeiro volume da série Espiral do desejo e foi meu primeiro contato com a autora Nina Lane. Os três livros são uma história linear e contínua que fala sobre o mesmo casal: Dean e Olivia.

Dean West é tudo aquilo que uma mulher poderia sonhar em ter. Um acadêmico professor bem-sucedido, bonito, sexy, carinhoso e um porto seguro para Olivia, sua esposa. Os dois são casados há três anos e vivem o relacionamento dos sonhos a base da confiança, repleto de noites quentes e intensas e de uma parceria invejável.


Melinda é uma garota que não conhece suas origens, tendo sido abandonada com pouco dias de vida em um orfanato, onde se apaixona por uma ilusão, um rosto em uma foto no jornal: Robert Blackwell, um promissor empresário que fez uma doação para o orfanato onde ela morava.
Anos mais tarde, Linda consegue se reerguer, estudar e garantir um bom emprego na empresa de Robert.
Um acidente faz com que se encontrem. A ganância dele os aproxima. E o amor sela tudo.
Romance | 441 páginas | Editora Coerência 

Recebi Doce Amargo em parceria com a autora Evelyn Santana, que gentilmente me enviou o livro mais alguns mimos, o que me deixou apaixonada. Já conhecia o livro dela e não era de hoje que eu queria lê-lo, por isso fiquei muito feliz quando enfim pude começar a leitura.

Doce Amargo irá contar a história de Melinda, uma jovem que teve que batalhar muito para conseguir sobreviver. Órfã e vez ou outra vivendo em lares adotivos onde ninguém realmente a queria por perto, Linda nunca teve de fato uma família, mas nem isso a fez desistir de ir atrás de seus objetivos para ter uma vida melhor.

Hoje ela trabalha na empresa de Robert Blackwell, homem por quem Linda nutre uma paixão platônica desde que ele doou uma quantia generosa ao orfanato onde ela crescera. Por isso Linda sempre acreditou que Robert fosse um homem honrado, que se importava com os outros, desconhecendo completamente a verdadeira faceta de Robert Blackwell.

Categorias: ,

O mês de Abril mal começou e eu já tenho um monte de livros novinhos na estante. Confesso que esta ação com a Companhia das Letras está se mostrando um mar de oportunidades para ler coisas novas e diferentes, visto que eles me enviam livros de todos os gêneros, os quais ás vezes nem cogito ler e que agora estou pensando seriamente em fazê-lo. Então vamos começar logo o book haul!

Categorias:

O processo de escrita de um livro é algo sagrado. Decidir a trama, os personagens, os diálogos e todas as questões envolvendo a finalização da obra e seu possível sucesso após a venda requer muito trabalho, e por isso temos que valorizar o trabalho desses escritores que praticamente dão a cara à tapa para gente na hora que deixam avaliarmos seu trabalho final.

O nome dos personagens também é uma grande questão a ser pensada. Qual nome escolher? Seria melhor distribuir os nomes pelo abecedário, ou fazer a maioria dos personagens com nomes com a letra C ou D? O fato é que nem sempre as escolhas dos nomes são as melhores, e convenhamos que tem muito nome estranho por aí, e venho comentar justamente deles.


Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos.
Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.
Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?
Romance de época | 320 páginas | Editora Arqueiro 

Depois de quase um ano inteiro, enfim pude ler Quando a Bela domou a Fera, livro que encantou o coração de vários leitores ao redor do Brasil. E como não poderia ser diferente, eu também fui uma das arrebatadas pela obra de Eloisa James.

Linnet Thrynne é considerada uma beldade por toda Londres. Sua beleza é tamanha que para ela não é difícil conseguir a atenção dos cavalheiros, inclusive a do príncipe Augustus Frederick, que até trocou alguns beijinhos com a jovem dama. Mas depois de ter passado um tempo com ela, o príncipe lhe dá a terrível notícia que nunca poderiam se casar. Se não bastasse a dor e a vergonha da rejeição, a nata da sociedade acredita que ela possa ter engravidado do tal príncipe, só porque o vestido que ela estava usando lhe deixou com uma terrível barriga, dando a entender para quem olhasse que a moça estivesse de 5 ou 6 meses de gestação.
Minha autoria
Com a ruína eminente, Linnet perdeu todas as esperanças de se casar, até que sua tia lhe vem com a melhor solução. Piers Yelverton, conde de Marchant, é um brilhante médico, conhecido por todos como Fera por causa de seu mal gênio. Um terrível acidente deixou Piers incapaz de gerar filhos, o que deixou seu pai, o duque de Windebank, desesperado já que anseia por ter netos e passar o título da família adiante. Com um possível casamento entre Linnet e Piers, o duque teria o tão sonhado neto, mesmo que não sendo do mesmo sangue.

Categorias: , ,

Como vocês bem sabem, eu amo romance de época e tudo que se tem publicado eu tento ao máximo ler e conhecer novos autores. Mas o que realmente me encanta no gênero é quando a obra tira o foco do casal e coloca nos personagens infantis, que vez ou outra vem trazer alívio cômico para a narrativa. Esse post tem o intuito de falar justamente sobre esses personagens que vez ou outra dão o ar da graça na trama.